A DOENÇA DO FASCISTA

A tentação de conectar o bolsonarismo a algum tipo de patologia social ou mental pode refluir por algum tempo, mas não desaparece. O debate do momento envolve o sujeito grandão que ofendeu o entregador num condomínio de ricos em Valinhos. As redes sociais e o jornalismo examinam o homem racista há dias. O pai do

A CARA DO FASCISMO VIRTUAL E REAL

Como a arte dará conta do fascismo do século 21 que agora se mistura à pandemia? Daqui a pouco ficaremos sabendo. O Brasil já é desafiado a produzir um filme com a força de Rede de Ódio (The Hater), de Jan Komasa. Está pronto há mais de ano, mas parece ter sido feito ontem. É

BOLSONARO DESISTIU DE SER BOLSONARISTA

Esse Bolsonaro propositivo, que defende seu governo (“o maior programa de combate à corrupção foi executado por mim”), passeia de moto e se repete com a caixinha de cloroquina – esse Bolsonaro parece um impostor fazendo uma péssima imitação de Bolsonaro. Há mais de mês Bolsonaro não produz uma frase, uma só, que prove que

É GENOCÍDIO MESMO?

Tivemos por um bom tempo o debate em torno da suspeita de que Bolsonaro seria líder de um governo fascista. Foi quando surgiram as ressalvas. Bolsonaro não seria um fascista clássico, de almanaque, porque não era nacionalista, não se caracterizava como líder de massas e por isso e por aquilo. Bolsonaro seria apenas um aprendiz

ELES SE CONSIDERAM CONSERVADORES

Os fascistas brasileiros e argentinos vivem da fantasia de que são apenas conservadores. Eduardo Bolsonaro disse que os mais de 80 perfis do Gabinete do Ódio, que o Facebook eliminou por fabricarem mentiras e difamações, eram mantidos por “conservadores”. Olavo de Carvalho se refere a Ricardo Salles e a Ernesto Araújo e diz que “seus

Os destroços da República

Por Tarso Genro (Texto publicado originalmente pelo ex-governador e ex-ministro Tarso Genro no site A Terra é Redonda) Alguns fatos do cotidiano da política são capazes de marcar o fim de um ciclo ou o início de um novo período, dentro de um mesmo ciclo de lutas e dominações. Estes fatos podem destacar-se, tanto pelo

ELES CONTINUARÃO BRINCANDO DE DITADURA?

Sara Winter e parceiros do acampamento dos 300 do Brasil, mais Abraham Weintraub e outros que atuam na mesma faixa tentam construir projetos políticos pessoais no vácuo deixado pelo antigo MBL. Com a prisão, Sara sai na frente de todos, agora com fama amplificada, se é que não passou dos limites. A extrema direita da

A GUERRA MORTAL DAS FACÇÕES DE BOLSONARO, MORO E WITZEL

As ameaças entre Bolsonaro, Sergio Moro e Wilson Witzel já definiram o cenário e as armas para uma guerra de facções em que os três poderão tombar quase ao mesmo tempo. No meio dessa guerra, o Estadão, que agora é um jornal ‘progressista’, decidiu classificar Bolsonaro como um sujeito que se dedica a “práticas fascistas”.

E SE O VICE FOSSE MAGNO MALTA?

Se o vice-presidente da República fosse Magno Malta (ou quem sabe Janaína Paschoal), e não Hamilton Mourão, os generais estariam até agora com Bolsonaro? Ou não derrubariam Bolsonaro porque Malta poderia assumir e ser pior do que ele? Alguém pode ser pior do que Bolsonaro, não sendo um dos filhos de Bolsonaro? Já não teriam