MARINA PODE? HUCK NÃO PODE? E FH?

O melhor debate, nos intervalos das notícias sobre a vida complicada da família Bolsonaro, é esse sobre os limites para escolher companhias, na resistência ao fascismo e nas tentativas de definição de um discurso de esquerda com um mínimo de unidade. Quem é a nossa turma? – é o que todo mundo se pergunta. São

Um juiz cuidadoso

Sergio Moro, o ex-juiz que não queria melindrar Fernando Henrique, disse o seguinte hoje em nota oficial: “O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, não reconhece a autenticidade de supostas mensagens obtidas por meios criminosos, que podem ter sido editadas e manipuladas, e que teriam sido transmitidas há dois ou três anos”. Não

O SINHOZINHO FICOU MAL

Com a barbeiragem na tentativa de emplacar Luciano Huck como candidato tucano, Fernando Henrique Cardoso virou a figura folclórica do PSDB. O sinhozinho que liderava a mesa dos chefes tucanos no Restaurante Fasano hoje é como aquele tio-avô que todo mundo ouve, por formalidade, mas ninguém mais leva a sério. A estratégia com Huck é

A confusão que não interessa aos golpistas

Fernando Henrique Cardoso, o legalista seletivo, acha que o Tribunal Superior Eleitoral não deve cassar o homem do Jaburu. Uma cassação complicaria o ambiente político. Que cassem de novo apenas Dilma Rousseff e tudo estará resolvido. FH disse em entrevista à Rádio CBN (ele dá uma entrevista por dia): “Já temos tantas dificuldades hoje, o

Os candidatos

Nomes que circulam nas altas rodas da sociedade frequentada pela imprensa dita independente como possíveis candidatos numa eleição indireta para presidente em 2017. Aí estão 10 nomes, mas é claro que podem ser acrescentados muitos outros. O Brasil espera ansioso esta eleição indireta, quando nada será impossível. Dizem que a Globo vem tentando incluir nas

A Odebrecht e o ex-presidente (Parte 2)

Este texto de Elio Gaspari foi publicado em 10 de novembro de 2002, na Folha de S. Paulo, quando os empreiteiros tinham os mesmos interésses, como diria Brizola, mas os amigos eram outros.  Registre-se que, apesar da advertência contida no texto, o então presidente, ainda no poder, foi até o fim e ganhou de presente,