AS FLECHADAS DA OLIMPÍADA DAS LIBERDADES

É claro que a TV vai esconder, porque assim mandam os protocolos dos censores do Comitê Olímpico. Mas esta pode ser a Olimpíada da militância pelas liberdades e pela diversidade e contra fascismos, homofobias, discriminações, machismos, xenofobias e outras coisas ruins. Esta cena aí da foto, do jogador brasileiro Paulinho, na partida contra a Alemanha,

AS VOZES DA DIREITA TOMARAM CONTA DO FUTEBOL

Há no Rio Grande do Sul duas figuras à disposição da força destruidora do reacionarismo no futebol. A mais nova é Tiago Nunes. Quem vai proteger o técnico do Grêmio da turba bolsonarista da crônica esportiva, que irá compará-lo sempre com Renato Portaluppi? Esta semana ouvi no rádio um dirigente do Grêmio falando do bolsonarista

O VÍDEO EMOCIONANTE QUE A CBF NUNCA FARÁ

Alguém imagina que um dia a CBF possa fazer um vídeo parecido com esse da Associação do Futebol Argentino? Frases de entrevistas de celebridades do futebol, de vários momentos, formam um mural emocionante, como se todos estivessem falando em favor de ciência, da vacina, do bem coletivo e da vida, com todos jogando juntos. A

O FUTEBOL É A CARA DO PAÍS

Há dezenas de textos na grande imprensa sobre o caso dos jogadores infectados do Goiás e a confusão criada momentos antes do jogo com o São Paulo. Nenhum texto conta direito a sequência do que aconteceu. O jornalismo está devendo uma das histórias mais escabrosas e reveladoras do que somos. Não é um caso que

A PRAIA E O DISCURSO

Renato Portaluppi, idoso e cardíaco, passou pelo vexame de ser flagrado duas vezes na praia jogando bola, com aglomeração de amigos e sem máscara (na segunda, pagou o mico de ser convidado a deixar a areia pelo guarda da prefeitura). Deu um péssimo exemplo, mesmo sabendo que as referências do futebol são relevantes para os

O GRE-NAL DA INSENSATEZ

Não é hora para jogar futebol. Há um esforço de todos os setores para retomar atividades, custe o que custar. É a pandemia denunciando posturas até então camufladas ou reprimidas. O futebol é uma área com particularidades, porque está explicitamente dedicada a agradar Bolsonaro. Dirigentes e técnicos adoram Bolsonaro. É a regra, com gloriosas exceções.

A PREPOTÊNCIA DO GRÊMIO

O Grêmio decidiu treinar em Criciúma, porque não é permitido aglomerar jogadores em Porto Alegre. Se não pode treinar aqui, treina onde pode. Não sei se os atletas e as equipes técnicas e todo o suporte de pessoal vão de avião, ônibus ou helicóptero. Não interessa. O que importa é que o Grêmio vai fazer