FALTA O GRAMPO DA CONVERSA DE BOLSONARO COM MILTON RIBEIRO

O áudio em que Milton Ribeiro, o chefe dos pastores do MEC, diz que Bolsonaro o alertou, por “pressentimento”, de que ele seria alvo da Polícia Federal, não diz tudo. A conversa é de um grampo em que Ribeiro fala com uma filha e se refere a outra conversa em que Bolsonaro fez o alerta.

LAVA-JATO ATIRA EM MORAES E NO SUPREMO

Ninguém mandou Alexandre de Moraes mexer com a turma da Lava-Jato e ferir os interesses dos procuradores que se submetiam às ordens de Sergio Moro. Um grampo feito pela Polícia Federal em 2015 dá o troco. A Folha divulga hoje conversas comprometedoras de Moraes, que atuava informalmente (e ilegalmente) como advogado do desembargador Alexandre Victor