O ENSAIO PARA ALGUMA COISA MAIOR

Os ventos sopram de todos os lados, principalmente dos Estados Unidos. Tivemos um domingo de gestos inspiradores para o nosso combalido otimismo. Aqui, foram duas inspirações poderosas. A primeira veio das manifestações dos jovens antifascistas em São Paulo, Rio e Porto Alegre. A segunda, da nota em defesa da democracia do ministro Celso de Mello.

O RACISMO E A ALIENAÇÃO DO FUTEBOL BRASILEIRO

O futebol no Brasil virou o esporte das mediocridades. Branquearam os estádios, correram o povo das arquibancadas. Jogamos futebol hoje como os europeus jogavam até os anos 50. O Brasil retrocedeu, os europeus evoluíram e os brasileiros tentaram copiar os europeus. E o que se vê é a ditadura dos métodos e da burocracia. Os

BOLSONARO BLEFA COM UM PODER QUE NÃO TEM

Bolsonaro não consegue criar o partido da família por falta de mobilização. Muito antes da pandemia, ninguém queria saber do partido de Bolsonaro. Nem os frequentadores das igrejas que o apoiam. Agora, fazem aglomerações em Brasília, pelo golpe e por Bolsonaro, e aparecem grupos que José Simão define como meia dúzia de gado pingado. Por

NÃO COBREM TUDO DE CELSO DE MELLO

Alguém imaginava mesmo que Celso de Mello poderia impedir a manifestação desta sexta-feira em Brasília da turma que vem atacando o Supremo? Não poderia. Todos sabem que o ministro defende a liberdade de expressão e de reunião (com a ressalva de que todos devem se responsabilizar pelo que dizem, escrevem e fazem). Mas muitos se

A VALENTIA DOS JOVENS CHILENOS

Os números ajudam a medir a distância entre as realidades de um Chile convulsionado e de um Brasil resignado. O jornal El Mostrador, de Santiago, informa hoje que de outubro a dezembro a polícia prendeu e denunciou por algum delito, principalmente relacionado com “desordem pública”, 9.689 menores de 18 anos. Estão nas ruas milhares de

Valdívia e as empanadas

Valdívia, aquele mesmo, do Palmeiras e da seleção chilena, distribuindo empanadas para o povo no metrô de Santiago. O Colo-Colo, o time de Valdívia, está com os manifestantes. O clube, os jogadores, a torcida. Os jogadores do Colo-Colo se misturam às pessoas nas ruas. Eles não temem ameaças e bravatas sobre a volta dos militares.

AS FARSAS DO HOMEM MAIS RICO DO CHILE

Ele é chamado de ‘o croata’ pelos chilenos. Andrónico Luksic, o homem mais rico do país, é um dos personagens da crise política chilena. Seu nome está quase todos os dias em todos os jornais, porque ele diz uma coisa e faz outra. Mas a novidade nesse episódio é que inverte os papeis clássicos de

MANDARAM A CONTA PARA SERGIO MORO

O fracasso das manifestações de domingo é a primeira fatura entregue ao ex-juiz que virou político e vê sumir a chance de virar ministro do Supremo, depois da força destruidora dos vazamentos de conversas pelo Intercept. Agora, Moro é considerado pelos aliados e pelos inimigos políticos apenas um deles. É nesse pantanal que tanto desdenhou

APOIADORES EM FUGA

Conclusões interessantes a partir das análises de quem acompanhou de perto as manifestações de domingo, principalmente no Rio e em São Paulo. A direita rachou, não só com a intensificação de ataques dos bolsonaristas a novos inimigos do reacionarismo e do governo, como Rodrigo Maia. Parte dos apoiadores bacanas de Sergio Moro, da classe média