NÃO É O CHEFE

Não prosperou a intenção do Ministério Público Federal de Brasília de tomar as dores de Sergio Moro e tentar processar o presidente da OAB, Felipe Santa Cruz. No ano passado, Moro telefonou para autoridades amigas para dizer que iria destruir as provas de conversas encontradas com os hackers que grampearam a Lava-Jato. Que ficassem tranquilos,

OS ADVOGADOS E O FASCISMO

E se colar essa tentativa da polícia de pedalar os escritórios dos advogados, sob o argumento de que se beneficiam de eventuais delitos de seus clientes? A invasão de escritórios de advogados poderá se disseminar pelo Brasil, como tentou ontem a Polícia Federal? A nova OAB reagiu com vigor, como nos tempos da ditadura, ao

A MORAL DE SERGIO MORO

Sergio Moro pode ter cometido um erro estratégico, com mais uma barbeiragem política. Ao recorrer ao Ministério Público para que o presidente da OAB seja processado por ter dito que ele agia como “chefe de quadrilha”, o ex-juiz provoca uma reação imediata. A reação é que mais vozes, em várias áreas, repetem que ele se

NÃO ESPEREM A EXPLICAÇÃO DE BOLSONARO

Bolsonaro terá de se submeter a dois questionamentos sobre a declaração de que sabe como mataram Fernando Santa Cruz, militante de esquerda e pai do presidente da OAB, Felipe Santa Cruz. O próprio Felipe Santa Cruz, com o apoio de sete ex-presidentes da OAB, protocolou uma interpelação no Supremo para que Bolsonaro dê as explicações.

A IRMÃ DE FERNANDO SANTA CRUZ

O Brasil atormentando pelo bolsonarismo merecia há muito tempo, em meio a tantas notícias ruins, conhecer Felipe Santa Cruz. A OAB, que se acovardou diante do golpe, tem hoje o comando de um bravo, herdeiro da bravura do pai. Vi há pouco, no site Tutaméia, a entrevista da irmã de Fernando Augusto de Santa Cruz

Folha investiga furo do Globo

Muitos jornais já fizeram, mesmo que por linhas tortas, às vezes com um certo constrangimento, um editorial pedindo a renúncia do homem do Jaburu. Até a OAB, que mantém uma postura apenas corporativa e reacionária nos últimos tempos, quer a saída do sujeito que diz que não renuncia. Mas a Folha de S. Paulo não