GUEDES É O PRIMEIRO BENEFICIADO PELA BOLSA-ELEIÇÃO DE BOLSONARO

Paulo Guedes conseguiu derrubar tudo com sua fala de que vai arrombar o teto de gastos para pagar os R$ 400 da nova bolsa-eleição de Bolsonaro. Derrubou a outra bolsa, a que interessa aos ricos brasileiros e estrangeiros e à classe média em desalento, e tudo o que estava por perto, menos o dólar. O

AS ‘EMPRESAS’ DOS EMPREENDEDORES PAULO GUEDES E BOB FIELDS NETO

Paulo Guedes e Roberto Campos Neto repetem que se afastaram há muito tempo da gestão das suas “empresas” em paraísos fiscais. E que por isso tudo deveria ser aceito como normal, legal e moral. A imprensa embarca na explicação e trata as contas como se fossem de fato de empresas. Há no tratamento a tentativa

O El País publicou esta semana mais uma da série de reportagens devastadoras da imprensa brasileira sobre o grande empresário nacionalista, que se fantasia de verde-amarelo, mas guarda o dinheiro em paraísos fiscais para não pagar impostos. MARINA ROSSI e REGIANE OLIVEIRA Investigação feita pelo EL PAÍS nos arquivos do ‘Pandora Papers’ revelou que o

A VACILADA DE BOB FIELDS NETO COMO GUARDIÃO DA MOEDA

O neto de Roberto Campos, flagrado como dono de uma conta cheia de dólares no Panamá, deveria ser submetido a um castigo. Ler e reler, até aprender, o que avô escreveu nos anos 90. O primeiro texto texto a ser lido faz parte da “Antologia do bom Senso” (TopBooks, 1996). Bob Fields conta por que

Leia abaixo a íntegra da reportagem do Poder360 sobre o dinheiro que o véio da Havan escondia nas Ilhas Virgens Britânicas. MARIO CESAR CARVALHO e GUILHERME WALTENBERG O empresário Luciano Hang manteve por 17 anos uma empresa num paraíso fiscal sem informar às autoridades que tinha dinheiro no exterior, como determina a lei. Criada em

DIZEM QUE ESTE É O GUARDIÃO

O Banco Central é o grande protetor da moeda, a primeira e maior missão de um país depois da garantia de direitos e liberdades. Está escrito no alto da página oficial do Banco Central: “O Banco Central é o guardião dos valores do Brasil”. Pois o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, o chefe