A REDE DE ESPIONAGEM DE MACRI E A OBSESSÃO DE BOLSONARO

A Argentina se ocupa desde a semana passada do desvendamento de mais um escândalo político que serve de alerta aos brasileiros. É o esquema de espionagem adotado durante o governo de Maurício Macri, para perseguir adversários políticos. A pergunta é inevitável: algo semelhante pode estar em funcionamento aqui? Bolsonaro, obsessivo com informações da sua área

A PERSEGUIÇÃO A CRISTINA

O serviço de inteligência que Bolsonaro queria pra ele era o que funcionava na Argentina. A Polícia Federal, a Agência Federal de Inteligencia (AFI) e arapongas de vários órgãos da área de segurança foram mobilizados para espionar principalmente Cristina Kirchner, durante o governo de Mauricio Macri. Os espiões de Macri acompanhavam a vida de Cristina

O CARNICEIRO LIBERTADO PELA PANDEMIA

Os argentinos enfrentam mais um dilema que os brasileiros nunca terão: a libertação de criminosos da ditadura, porque são na maioria idosos na faixa de risco da pandemia. No Brasil, não há quem libertar, porque assassinos e torturadores foram anistiados e sempre ficaram soltos. Brilhante Ustra, ídolo de Bolsonaro, morreu em liberdade em 2015. Muitos

A Amazônia ou a catedral?

Um sujeito que é a cópia de Bolsonaro em Madrid, apenas com aquele glamour dos bacanas. Aproveito para dizer: leiam o Página 12, o jornal que mostra o que a direita argentina tenta esconder. https://www.pagina12.com.ar/222998-el-alcalde-de-madrid-elige-salvar-a-notre-dame-antes-que-al-?fbclid=IwAR3ozRozW8fIYCfTnZtqemYMDaxUXDUkJ97K2Prjvjw59ANvvIbK3tYTFcA