O ENSAIO PARA ALGUMA COISA MAIOR

Os ventos sopram de todos os lados, principalmente dos Estados Unidos. Tivemos um domingo de gestos inspiradores para o nosso combalido otimismo. Aqui, foram duas inspirações poderosas. A primeira veio das manifestações dos jovens antifascistas em São Paulo, Rio e Porto Alegre. A segunda, da nota em defesa da democracia do ministro Celso de Mello.

O RACISMO E A ALIENAÇÃO DO FUTEBOL BRASILEIRO

O futebol no Brasil virou o esporte das mediocridades. Branquearam os estádios, correram o povo das arquibancadas. Jogamos futebol hoje como os europeus jogavam até os anos 50. O Brasil retrocedeu, os europeus evoluíram e os brasileiros tentaram copiar os europeus. E o que se vê é a ditadura dos métodos e da burocracia. Os

OS NEGROS DE MINNEAPOLIS

Conto apenas como curiosidade e depoimento pessoal. Há muito tempo andei por Minneapolis e Saint Paul e quase não vi negros. É estranha a sensação de que posso ter passado pelos lugares que se transformaram agora em chamas e ruínas em Minneapolis, onde um policial branco matou o segurança George Floyd porque era um suspeito

A BANDEIRA RESGATADA

Temos finalmente a imagem simbólica do que pode ser o começo do resgate da bandeira raptada pelos fascistas desde muito antes do golpe de agosto de 2016. Que o Brasil reconheça e se inspire na coragem da atriz de teatro Ana Luiza Bergmann, agredida ontem por um grupo de golpistas reunidos diante do QG do

O DEBOCHE NÃO AJUDA

As esquerdas podem até debochar das manifestações pró-peste de hoje em muitas capitais, com os bacanas da direita desfilando dentro de seus carrões. Foram cenas ofensivas, criminosas, tristes e também engraçadas. Mas o deboche não tem o poder de encobrir uma verdade constrangedora. Eles metem os peitos e fazem de carro o que as esquerdas

AINDA FALTA PANELA

Começa a semana que pode derrubar Bolsonaro sobre uma pilha de coronavírus, se o homem intensificar seus movimentos erráticos. Bolsonaro só não cai porque a bateção de panelas ainda não tem o vigor esperado. É uma realidade que precisamos admitir: o barulho das panelas contra Bolsonaro não chegou nem perto da artilharia contra Dilma. E

SÓ ELES PODEM NOS SALVAR

As vozes mais poderosas do Chile, há pelo menos 15 anos, são as vozes dos estudantes. Quem fala alto no Chile são os jovens que estavam prontos para derrubar Piñera com manifestações gigantescas em março, mas aí veio o coronavírus. Na Argentina, a força das ruas é há muito tempo a das jovens militantes feministas

PIQUENIQUE NO PARCÃO

Por que os movimentos pró-Bolsonaro no Rio Grande do Sul decidiram manter os protestos de domingo no Parcão? Porque o gaúcho de extrema direita desafia qualquer noção de bom senso, mesmo em tempo de pandemia. Todas as reuniões dos próximos dias com previsão de um número razoável de pessoas, que caracterizem uma aglomeração, foram suspensas.

TOFFOLI, ALCOLUMBRE E MAIA TÊM SEIS DIAS

Esta semana é decisiva para que os comandantes do Supremo, do Senado e da Câmara digam se têm suportes político e institucional suficientes para enfrentar Bolsonaro. O protesto que mexe com a autoridade de todos eles está marcado para domingo. São seis dias para firmar posição. Dias Toffoli, Davi Alcolumbre e Rodrigo Maia têm seis