AS CARREATAS DA MORTE

Os participantes de cortejos macabros que abalam cidades do Interior querem mais do que comércio aberto. Eles desejam mesmo a volta dos horrores da ditadura. As carreatas são a vitrine de ostentação de caminhonetes gigantes de empresários, fazendeiros e granjeiros bolsonaristas. O fascismo que se alastra e se torna mais exibicionista é o tema do

O PLEBISCITO QUE SEPULTA O FASCISMO CHILENO

Bolsonaro sonha com o comando de uma polícia militar política fiel e violenta que tenha os carabineiros chilenos como modelo. Os carabineiros ajudaram a derrubar Salvador Allende em 1973 e são até hoje a cara da violência visível do fascismo no Chile. São os milicianos a serviço dos controles do Estado, no contexto do muito

BOGOTÁ EM CHAMAS

Já são 10 os mortos na Colômbia em confrontos com a polícia. O povo saiu às ruas hoje pelo segundo dia para protestar contra a morte de Javier Ordóñez, assassinado por uma sequência de choques elétricos e espancamentos de dois policiais. Por que os povos vizinhos (e mesmo os distantes) nos passam a sensação de

O FASCISMO FARDADO TENTA AVANÇAR

Integrantes da polícia militar de Buenos Aires cercaram a quinta de Olivos, a residência oficial do presidente Alberto Fernández. O pretexto é o de pedir melhores salários e condições de trabalho. O ato já é considerado um levante militar. Um efeito imediato: a própria direita condenou o cerco, que teve até coquetel molotov lançado por

O JORNALISMO ALIADO DA PESTE

É vergonhoso o tom de comemoração dos jornais La Nacion e Clarín com o que consideram o sucesso da Marcha da Morte hoje em Buenos Aires. Os dois jornais apoiaram o bandeiraço contra a quarentena, mas usado pela oposição como “uma manifestação pelas liberdades” e também contra a proposta de reforma do Judiciário, apresentada por

TÊM INVEJA DOS JOVENS

Bateram em Lula porque ele não assina manifestos escritos por tucanos. Tentaram compará-lo até a nomes da direita, só porque não adere à ‘frente ampla’ dos liberais, que tentam ressuscitar o que seria um centro imaginário. Agora, batem nos jovens porque saíram às ruas usando máscara e tentam compará-los a militantes da direita que saem

A LUTA ANTIFASCISTA, A GLOBO E O CADÁVER DO JORNALISMO

Uma questão decisiva para o domingo: quem irá cobrir as manifestações na Avenida Paulista, se já se prevê que os dois lados, do fascismo e do antifascismo, pretendem ocupar a rua, mesmo que à distância e em horários diferentes, como determinou um juiz? Parece uma equação simples para a imprensa das corporações, mas não é.