QUANDO O PERVERSO VIRA ‘ESPONTÂNEO’

Jornalistas têm vergonha de jornalistas (eu tenho vergonha das atitudes de Vera Magalhães), arquitetos sentem vergonha de colegas arquitetos e políticos devem ser os que mais vivem se envergonhando de quem convive com eles, mesmo que o envergonhado seja muitas vezes também um envergonhador. Li hoje na Folha uma tentativa de compreender Bolsonaro pela abordagem

Abrão Slavutzky e o amor-próprio

O AMOR-PRÓPRIO Abrão Slavutzky Psicanalista O livro As brasas do escritor húngaro Sándor Márai relata a história de um ressentimento. É a história da amizade de Henrik, filho de um oficial da Guarda do Imperador, com Konrad, filho de uma família pobre. Uma fraternidade importante que vai da infância até a formação militar. Um dia