A reação da Paulista

Circulam pela Avenida Paulista informações de que a turma pró-Temer pretende fazer uma megapasseata no domingo. Seria uma resposta aos atos públicos de Dilma pelo país. Ontem, a presidente golpeada esteve em manifestação na Borges de Medeiros, em Porto Alegre. Temeristas, tucanistas e adoradores do pato da Fiesp acham que é preciso reagir. O ato

Eles queriam o outro

Cresce entre os que antigamente se autoproclamavam como formadores de opinião a sensação de que a coisa não vai dar certo. Pensadores, jornalistas e similares, todos formuladores do golpe (e não só figurantes de passeatas) começam a endereçar críticas aos próprios golpistas. A direita é sempre traiçoeira, inclusive com as ideias que ajuda a fomentar.