A UNIVERSIDADE CERCADA

Mais um reitor da Universidade Federal de Santa Catarina entra na mira da Polícia Federal e do Ministério Público. Agora é a vez de Ubaldo Balthazar, acusado, junto com o chefe de gabinete da reitoria, Aureo Mafra de Moraes, de ofender a “honra funcional” da delegada Erika Marena. Os dois foram denunciados agora à Justiça

O cerco sem fim

Luiz Carlos Cancellier de Olivo, o reitor afastado da Universidade Federal de Santa Catarina, decidiu se matar porque devia saber que, por mais inocente que fosse, não conseguiria escapar. Alguns alvos do Ministério Público e do Judiciário brasileiro não conseguirão escapar nunca. Se um processo falhar, outros serão abertos. E outros e mais outros. A