QUEM A FOLHA ESTÁ PROTEGENDO?

Por que a Folha informa que Gregório Duvivier falou com o hacker que invadiu os celulares do pessoal da Lava-Jato e não diz quem são os jornalistas que agiram em conluio com Deltan Dallagnol e Sergio Moro para trocar informações e até dedurar possíveis suspeitos? A Folha informa desde hoje cedo que Duvivier perguntou ao

LAVA-JATO ATIRA EM MORAES E NO SUPREMO

Ninguém mandou Alexandre de Moraes mexer com a turma da Lava-Jato e ferir os interesses dos procuradores que se submetiam às ordens de Sergio Moro. Um grampo feito pela Polícia Federal em 2015 dá o troco. A Folha divulga hoje conversas comprometedoras de Moraes, que atuava informalmente (e ilegalmente) como advogado do desembargador Alexandre Victor

LAVA-JATO CONFESSA QUE MORO MENTIU

A Lava-Jato finalmente admitiu que vazava de forma seletiva as gravações com os grampos que fez de Lula. O argumento é a admissão de um delito. A turma de Deltan Dallagnol informa, em nota enviada hoje à Folha, que “o grau de sigilo das escutas telefônicas realizadas durante as investigações do caso (referindo-se às operações

A MANCHETE CONTRA MORO QUE A FOLHA NÃO DEU

A Folha parece envergonhada com a própria manchete: “Moro contrariou padrão da Lava Jato ao divulgar grampo de Lula, indicam mensagens” Contrariar o padrão é um jeito tucano de dizer que Moro agiu sempre para perseguir Lula, ao divulgar apenas os grampos que interessavam ao plano do lavajatismo. Esta deveria ter sido a manchete: “Moro

O VAZADOR

Agora temos a prova do que todo mundo sabia e está no UOL. Este é o começo da notícia: “Diálogos obtidos pelo site The Intercept Brasil e publicados hoje apontam que o coordenador da Operação Lava-Jato, Deltan Dallagnol, mentiu ao público ao negar que agentes públicos passavam informações de investigações à imprensa. Em chats no

FALE, RAQUEL DODGE

Deltan Dallagnol, o procurador sem escrúpulos, oferece mais argumentos para que sua chefia saia do silêncio. As mensagens que o site do El País divulgou hoje, com ataques e comentários depreciativos de Dallagnol à procuradora, tirariam qualquer liderança do sério e do imobilismo. Saberemos logo se irão abalar o silêncio obsequioso de Raquel Dodge, a

ABRAM TODAS AS CAIXAS DA LAVA-JATO

A pergunta que retumba desde ontem é esta: a Polícia Federal irá se livrar dos constrangimentos criados por Sergio Moro e finalmente investigar, com destemor e autonomia, os conteúdos das mensagens da Lava-Jato? A PF tem agora farto material a ser analisado. Qualquer aprendiz de jurista diz e todo o Brasil já sabe que investigações

OS HACKERS DE MOSCOU E DE TAUBATÉ

A informação que mais circula sobre os hackers presos é esta: são espiões de baixa qualidade, que fizeram uma intromissão tosca nos celulares ou nos arquivos de Sergio Moro e Deltan Dallagnol. Estamos diante de invasores de terceira categoria (um deles seria ligado ao PFL), que usaram baixa tecnologia para hackear informações das duas maiores

O ATORMENTADO

Se a Vaza-Jato já fosse uma investigação criminal (em algum momento será), o procurador Carlos Fernando dos Santos Lima poderia ser um candidato a delator. Santos Lima é o servidor atormentado pelas arbitrariedades de Sergio Moro, como revelam as conversas divulgadas hoje pela Folha. O procurador da Lava-Jato sabia que Moro era um autoritário que

A hora de investigar o instituto do procurador endinheirado

Chegou a hora de investigar a fundo os negócios de Deltan Dallagnol, mas sem vacilações. Em março, a Procuradoria-Geral da República travou a criação das Organizações Tabajara do procurador da Lava-Jato. Mas isso não basta. Com as novas mensagens divulgadas pela Folha, é preciso ir adiante para desvendar por completo a ideia do procurador de