TRUMP PRECISA SOBREVIVER PARA MORRER NA ELEIÇÃO

Trump deve sobreviver e se sentir forte até o final da eleição de 3 de novembro. Não porque o mundo poderá sentir sua falta, mas porque a democracia precisa dele para uma lição histórica.

Se morresse hoje, Trump provocaria festas pelo mundo. E não faria falta como governante nem mesmo para a direita.

Morto, Trump poderia ser substituído no governo por um saco de batatas, desde que as batatas fossem de extrema direita.

Mas Trump deve sobreviver para enfrentar Joe Biden e levar a maior surra que um candidato republicano já levou.

A democracia, degradada pela extrema direita no mundo todo em ações articuladas por Trump, está à espera de uma vingança.

Só com Trump vivo os americanos poderão ter a chance de ver os racistas serem derrotados. Não por pouco, por um ou dois pontos de diferença, mas por uma margem avassaladora.

Trump morto pode se oferecer como mártir aos reacionários. E sua morte pode, como efeito imediato, provocar o surgimento de um nome que o substitua com vantagem na eleição.

Os americanos não podem cair na armadilha da facada de Bolsonaro. Trump precisa voltar ao debate e à campanha de forma ostensiva, como o super-homem que sobreviveu à peste.

Essa é o cara a ser derrotado como o valentão que o coronavírus não conseguiu matar. Que chegou de volta à Casa Branca e mostrou, como primeiro gesto, que é preciso tirar a máscara (foto).

Trump não pode morrer antes da eleição, porque merecemos a chance de um novo debate entre ele e Biden.

Mas não com a mediação covarde de Chris Wallace, que não se arriscou a contrariar um Trump agressivo no primeiro enfrentamento.

Trump precisa levar uma lavada no debate, com um mediador que não se encolha, e depois levar outra lavada na eleição. Precisa perder com mais de 10 pontos de diferença e mesmo assim pedir recontagem.

Precisamos de Trump curado, sem máscaras, sem escrúpulos e sempre racista, para que possa morrer politicamente no dia 3 de novembro. O fim de Trump na eleição pode infectar outros imitadores e ser também o fim de Bolsonaro.

One thought on “TRUMP PRECISA SOBREVIVER PARA MORRER NA ELEIÇÃO

  1. E também é a grande chance de garantir um congresso de maioria democrata, pois, em contrapartida, a suprema corte tenderá a ser muito conservadora.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Website Protected by Spam Master


7 + 4 =