TUDO DE OURO

Desde ontem anunciam que vão largar outra bomba no colo dos Bolsonaros sobre o assassinato de Marielle.
E o que aparece agora na Folha? A notícia de uma suspeita sobre um apartamento de São Paulo que teria sido reformado para uso de Lulinha.
Diz a Folha que o apartamento valia R$ 3 milhões e foi reformado por R$ 1,6 milhão. Colocaram revestimentos de piso e de parede, forro de gesso, condicionadores de ar e armários planejados.
A Folha não informa, mas é claro que tudo era de ouro. Porque Lulinha só aceitava pisos, torneiras e forros de ouro. Por isso o custo chegou a R$ 1,6 milhão.
Depois do tríplex do Guarujá com a cozinha reformada por R$ 1,2 milhão, agora temos o apartamento com o teto de gesso mais caro do mundo. Parece ser mais uma denúncia superfaturada.
Com o dinheiro dessas duas reformas e mais outras oito reformas com custos semelhantes, daria para comprar toda a fortuna imobiliária da família Bolsonaro no Rio, que a própria Folha levantou e calculou em R$ 15 milhões.
A Folha fez a denúncia sobre os 13 imóveis em janeiro de 2018 e nunca mais abordou o fabuloso patrimônio da família.
Talvez porque os imóveis não precisem de reformas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Website Protected by Spam Master


5 + 1 =