Um golpe de alto padrão

Henrique Meirelles é a figura sinistra do golpe perfeito. Ontem, enquanto o jaburu era massacrado pela leitura do relatório que pode derrubá-lo por roubo, Meirelles visitava Rodriguinho Maia, na casa do Pequeno.
O padrão ético seguido pelos golpistas constrange a amoralidade das facções do tráfico. A traição é a marca da política do Brasil desde antes do golpe de agosto. O novo golpe apenas a aperfeiçoa, tudo em nome do poder de Meirelles.
Ontem, o Jornal Nacional ouviu economistas bem escolhidos para deixar claro que o impasse político brasileiro já não contamina a economia, que está em recuperação, mesmo que ninguém saiba. E tudo anda muito bem porque Meirelles é o cara.
Rodriguinho é apenas o hospedeiro de Meirelles. O pato e a Globo conseguiram levar o sujeito ao poder, sem precisar de eleição indireta. E nós? Nós sacamos o FGTS e ficamos alarmados com a guerra da Venezuela.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Website Protected by Spam Master


4 + 8 =