UM JORNAL ACOVARDADO

A Folha conseguiu produzir mais um péssimo exemplo de jornalismo para ser estudado em aulas de comunicação.

Todos os sites, todos os blogs e o Estadão deram de manchete a decisão do ministro Celso de Mello de solicitar que a Procuradoria-Geral da República se pronuncie sobre a apreensão do celular de Bolsonaro.

O Estadão deu em cima, por volta das 10h, junto com os sites e blogs. O Globo demorou, mas deu em manchete, quase três horas depois.

E o que fez a Folha? A Folha escondeu a notícia do pedido de Celso de Mello numa chamadinha de capa.

Mas acaba de colocar em manchete a resposta de Augusto Heleno ao pedido do ministro, com a ameaça de que a apreensão do celular pode ter “consequências imprevisíveis”.

A Folha sonegou uma manchete a Celso de Mello, mas deu a manchete ao general que ameaça com o golpe.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Website Protected by Spam Master


3 + 7 =