Uma vaquinha para Aécio

Seu Mércio entra na ferragem como se estivesse com pressa. Diz que teve uma ideia, inspirado na história da tal milionária que pretendia doar R$ 500 mil a Lula.
Seu Mércio lembrou que Aécio pediu R$ 2 milhões emprestados a Joesley Batista porque estava sem dinheiro para pagar os advogados do processo em que é acusado de receber propinas.
Aécio, coitado, processado como corrupto, tentou e conseguiu convencer um corruptor a lhe dar dinheiro para pagar o advogado do seu rolo por causa da corrupção.
A ideia do seu Mércio é a seguinte: fazer uma vaquinha para doar uma mala-jaburu a Aécio. Uma mala-jaburu é o equivalente, como se sabe, a R$ 500 mil.
Com R$ 500 mil, Aécio paga um bom advogado. E aí perguntaram ao seu Mércio qual era a boa de ajudar o Aécio. Um mais antigo que estava por ali até perguntou: mas qual é o pó?
Seu Mércio disse que Cristo recomendou que se ajude quem precisa. Lula tem um tríplex e um sítio. Não precisa de nada. Aécio não tem nada.
Não tem helicóptero, nem fazenda, nem um aeroporto, nem a mesada de Furnas e nem mesmo um primo que sirva de mula e em que possa confiar (ou mandar matar).
E ontem, para agravar a situação, tiraram Aécio até da propaganda do PSDB na TV. Seu Mércio pegou a bicicleta e foi embora rindo sem parar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Website Protected by Spam Master


1 + 6 =