VÃO PEGAR OS CELULARES DE BOLSONARO?

Está no colo do procurador-geral da República o mais recente presente do ministro Celso de Mello, que talvez não resulte em nada mas incomoda.

São os pedidos para que Bolsonaro seja ouvido no inquérito do escândalo da Polícia Federal e para que os celulares de Bolsonaro e do filho Carlos, o Carluxo, sejam apreendidos e periciados.

Aras terá de decidir porque tem prerrogativa para dizer se os pedidos contra o presidente devem ou não ser levados adiante.

O Brasil está esperando a decisão sobre a divulgação do vídeo da reunião do dia 22 de abril, e Celso de Mello surpreende com o encaminhamento dos pedidos à PGR.

Está criado o constrangimento. Mello atendeu às notícias-crime apresentadas por PDT, PSB e PV. Tudo tem relação com a denúncia de Sergio Moro contra Bolsonaro de interferência política na Polícia Federal.

Ficou ruim para Augusto Aras. Estão dizendo que esse é um trâmite burocrático. É mais do que isso. O custo de um engavetamento será debitado na conta do procurador.

Se decidir pedir a apreensão e a perícia, na sequência pode pedir ao Supremo que Bolsonaro seja processado. O STF pede então autorização à Câmara.

É complicado, mas é politicamente interessante, porque a direita pode se negar a fazer com Bolsonaro o que fez com Dilma Rousseff.

Dilma caiu por causa das pedaladas, que ninguém sabe hoje do que se trata. Nem na época sabiam. Hoje, vão dizer que ninguém se atreveria a vasculhar o celular do presidente da República, um estadista do porte de Bolsonaro.

Sergio Moro grampeou Dilma e Lula conversando e mandou para a Globo. Cometeu dois delitos (o grampo fora do horário autorizado e seu envio à emissora amiga), que nunca foram punidos.

O interessante é que a notícia sobre os pedidos de Celso de Mello começaram a circular aí pelas 10h de hoje nos sites chamados de alternativos e no Estadão.

Mas Globo e Folha dormiram a sesta da manhã e não deram a notícia em manchete até o momento da publicação desse texto (11h44min).

Muitas vezes, o jornalismo da grande imprensa come pela mão da imprensa dita alternativa.

2 thoughts on “VÃO PEGAR OS CELULARES DE BOLSONARO?

  1. Pegar o celular dele significa nada vezes NADA, embora ele seja vacilão.

    Todos os machistas desse estágio de evolução da doença (embora não considerem o machismo uma “doença” além de alimentarem um conceito muito distorcido de “doença”), de qualquer classe social, obedecem a alguns padrões de comportamento.

    Eu costumo chamar esse tipo de “Cronos”, porque são mesmo (em menor proporção também existem mulheres assim) e uma das características deles é NUNCA SUJAR AS MÃOS. Não as deles.

    Já estamos cansados de ver essa característica em Bolsonaro. Esse tipo USA todo mundo em torno dele e quase sempre, se for o caso, possui álibis sólidos.

    Aquela história do porteiro foi criada somente por um único motivo: para Bolsonaro mostrar seu álibi, independente de ter algo a ver com o ocorrido ou não, já que parte da sociedade estava fortemente convencida de que ele podia ter algo com a morte da vereadora. Isso o estava incomodando e ele queria uma “deixa” para criar esse CIRCO e mostrar que estava em Brasília.

    NÃO ESTOU DIZENDO QUE ELE É O MANDANTE DO CRIME, estou falando em geral, mas a lógica nos diz que uma pessoa só contrata um crime porque antes deseja construir um álibi forte.

    Quem comete crime com suas próprias mãos não constrói álibis. Se ele tem algo a ver com a morte da Marielle, EU NÃO SEI, mas o circo criado por ele foi o mais idiota e tendencioso que vi em minha vida e a imprensa ou se fingiu de burra ou é mesmo.

    Bolsonaro é um “Cronos”. Por mais vacilão que seja, Ele não seria besta de construir provas contra si. Não provas graves..

    Se algum dia apreenderem os celulares das pessoas ligadas a Bolsonaro, até de seus empregados domésticos e EXIGIR OS REGISTROS DE MENSAGENS QUE AS OPERADORAS GUARDAM, aí talvez descubramos alguma coisa. Só não sei o que.

    Adoraria ver isso. Rsrs.

    OBSERVAÇÃO: eu enviei, em 2018 mensagens para um amigo que me disse por email que não chegaram em seu celular. Acabei perdendo a paciência e ligando para a minha operadora que para minha surpresa, leu para mim as mensagens que eu já tinha inclusive DELETADO. Pressionada por mim, a atendente acabou me provando que as tais mensagens constavam como enviadas e as leu para mim! Então as operadoras guardam as mensagens que enviamos e talvez até as que recebemos. Resta saber: por quantos anos?

  2. CORRIGINDO:

    Não estou mais certa se ela “leu” para mim as mensagens. Ele sabia exatamente do que eu estava falando, mas eu acabei de lembrar que as mensagens não era em português. Ele estava vendo as mensagens e confirmou, mas agora não lembro se ela leu. Seja como for, mesmo sem nossa autorização, deletando ou não, eles têm uma cópia das mensagens trocadas por celulares. E as que me interessam, em relação a Bolsonaro, são as da época em que ele ainda não tinha o cuidado que tem hoje.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Website Protected by Spam Master


2 + 5 =