YOUTUBE FAZ MÉDIA COM A EXTREMA DIREITA E CENSURA O BRASIL 247

Publiquei o texto abaixo no final da tarde no Facebook, com a previsão, já na publicação, de que seria sabotado pelo próprio Facebook.

Foi o que aconteceu. O texto teve visibilidade quase zero. Assim como uma postagem anterior em que comentei a presença de Olívio Dutra ontem à noite no Sarau Elétrico, evento literário semanal que acontece no Bar Ocidente, em Porto Alegre.

Esses gestores de redes sociais e genéricos se protegem muito bem. Abaixo, o texto sabotado:

Esse texto pode ser empurrado para uma vala do Facebook, mas aí está o que escrevi sobre a mais nova jogada suja do YouTube.

Foi muito esperto o seu YouTube. Não suportou as pressões e finalmente tirou do ar o vídeo de Bolsonaro mente e ataca as urnas, naquele encontro com os embaixadores. Mas decidiu fazer uma compensação.

Para não ficar mal com a extrema direita, decidiu que serão tirados do ar também, entre outros, todos os vídeos que tratem da facada em Bolsonaro mesmo os que, com abordagens jornalísticas, levantem dúvidas sobre o caso.

O YouTube acha que tratar da facada é incentivar discurso do ódio. Com esse argumento, tirou do ar vários vídeos da TV 247.

É como se a imprensa americana fosse proibida de levantar dúvidas sobre o atentado que matou Kennedy, quando o que mais existe até hoje em torno do caso são dúvidas (desculpem a comparação).

Se essa regra fosse para valer, quase tudo o que é produzido e divulgado pela extrema direita seria retirado do ar.

O YouTube, o Google, o Facebook, o Instagram e assemelhados têm medo do fascismo.

Os gestores de plataformas e redes sociais em geral não estão censurando e sabotando apenas o site e a TV do Brasil 247. Estão censurando todos os textos que falam da censura ao 247.

É o momento mais vergonhoso para a liberdade de expressão no Brasil.

(Já sei que esse texto será censurado, com redução de visibilidade pelos robôs que comandam os algoritmos do Facebook, mas não há o que fazer)

————————————————————-

ABI SE SOLIDARIZA COM 247
https://www.brasil247.com/midia/a-associacao-brasileira-de-imprensa-se-solidariza-com-o-247-e-intoleravel-quem-combate-o-odio-ser-penalizado

A NOTA DA FENAJ
A Federação Nacional dos Jornalistas (FENAJ) divulgou uma nota nesta quarta-feira (10) repudiando a censura privada do YouTube à TV 247.

A Federação Nacional dos Jornalistas (FENAJ) vem a público denunciar e repudiar a censura privada do YouTube à TV 247. Nesta quarta-feira, 10, a plataforma de divulgação de videos removeu 15 vídeos da TV 247, alegando suposto “discurso de ódio”.

A FENAJ reafirma o papel imprescindível do jornalismo e dos jornalistas no combate à desinformação, à difusão de informações falsas e fraudulentas e à disseminação dos discursos de ódio.

Por isso, solidariza-se com a equipe da TV 247, ao mesmo tempo em que exorta o YouTube a suspender o ato de censura, habilitando novamente os vídeos para o acesso público.

Brasília, 10 de agosto de 2022.

Federação Nacional dos Jornalistas – FENAJ.

………………………………………………..

Abaixo, o link para o texto do 247 sobre a censura:

https://www.brasil247.com/midia/youtube-ataca-liberdade-de-expressao-e-remove-diversos-videos-da-tv-247-por-discurso-de-odio

One thought on “YOUTUBE FAZ MÉDIA COM A EXTREMA DIREITA E CENSURA O BRASIL 247

  1. Lamentável que ainda exista este pensamento raso de “compensação”. Mas não surpreende. Com tudo o que existe hoje no Brasil bolsonarista, já é de se contentar que a PF não tenha ido pessoalmente confiscar equipamentos do Brasil247. mas não duvidem de que isto possa acontecer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Website Protected by Spam Master


1 + 6 =