Moro e Lula

Sergio Moro vai ouvir Lula de novo, dia 13 de setembro. Mas desta vez queria um interrogatório por videoconferência. O juiz argumenta que na primeira vez a Justiça gastou muito com o aparato de segurança em Curitiba.
Nas contas de somar de Moro, a democracia (que se expressa em momentos como esse também com as pessoas nas ruas, em qualquer parte do mundo) deve custar muito dinheiro.
O advogado de Lula, Cristiano Zanin Martins, mandou dizer que Lula quer ser ouvido ao vivo. Só faltava ser ouvido pelo WhatsApp.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Website Protected by Spam Master


6 + 3 =