O escândalo

Um motorista que trabalhava para o filho de Bolsonaro movimenta R$ 1,2 milhão num ano. E deposita um cheque R$ 25 mil na conta de Michelle Bolsonaro.
E durante a campanha esse motorista desaparece do gabinete do deputado, que seria eleito depois senador.
E ainda tem gente correndo atrás das contas nunca encontradas do filho de Lula, do tríplex de Lula, das contas de Lula na Suíça, dos pedalinhos dos netos de Lula, do tesouro deixado por dona Marisa.
O que o pai tem a dizer a respeito do motorista milionário do filho Flavio Bolsonaro?
Sergio Moro aceitará o pedido de desculpas do motorista e do senador eleito?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Website Protected by Spam Master


7 + 9 =