Sobrevida

A grande imprensa está em festa. Os jornais estavam moribundos. Mas o bolsonarismo vai salvar o jornalismo.
Os jornais serão salvos pela adesão das empresas ao bolsonarismo ou pelas brigas com Bolsonaro, seus filhos e seus amigos.
A tática é variada. Briga, provoca, descobre um rolo de um filho (como o Estadão fez hoje), negocia, negaceia, avança, recua, ameaça o Onyx, ouve o Magno Malta, elogia Bolsonaro, cutuca numa notinha, pede desculpa.
E assim seguirá a vidinha da mais medíocre fase do jornalismo brasileiro em todos os tempos.
Jornais que estavam a caminho da morte terão uma sobrevida.
Jornalistas fofos compraram caixas de foguete para o primeiro do ano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Website Protected by Spam Master


8 + 5 =