Criadores e criatura

Mirian Leitão, Reinaldo Azevedo, Elio Gaspari, Fernando Gabeira, Willian Waack, Alexandre Garcia, Diogo Mainardi (o homem-mosca), Merval Pereira, Eliane Catanhede. O que esses jornalistas têm em comum?
Todos eles são pais e mães de Bolsonaro. Todos. Mesmo os já arrependidos, que tentam salvar a alma, foram criadores de Bolsonaro.
A criatura é deles. Acrescentem outros a gosto.

DESAFIO

Tem um jeito de acabar com a conversa sobre a imparcialidade da imprensa.
Se as empresas têm certeza de que atuam com imparcialidade e defendem os interesses da maioria (e não só em vídeos de 15 segundos), que enviem a Curitiba, para a cobertura do 1º de Maio, seus grandes nomes.
Que enviem sem medo a Curitiba Merval Pereira, Alexandre Garcia, Diogo Mainardi, Ricardo Boechat, Ali Kamel, Augusto Nunes, Ricardo Noblat, Cristiana Lobo, Ruy Castro, Eliane Catanhede e outros.
O desafio está lançado. Se qualquer um desses nomes, um só, for capaz de cobrir hoje um evento que reúna povo, estará provada a imparcialidade da imprensa.