BONNER TEM SAUDADE DE 2006

O apresentador da Globo, que não consegue entrar numa padaria, é hoje não só a face pública da direita arrependida, mas também assustada e amedrontada com as ações da extrema direita no poder. O Jornal Nacional contribuiu para a ascensão desses agressores. É o tema do meu artigo quinzenal no jornal Extra Classe. Passe o

A MÁFIA DE MACRI

O Ministério Público vai investigar na Argentina delitos que podem estar acontecendo no Brasil. Escutas ilegais comandadas por um poder paralelo dentro do serviço de inteligência do governo no tempo de Maurício Macri. Arapongas a serviço de Macri espionavam telefonemas, e-mails e mensagens trocadas por adversários políticos, por ex-amigos, jornalistas e até mesmo juízes. E

OS NEGROS DE MINNEAPOLIS

Conto apenas como curiosidade e depoimento pessoal. Há muito tempo andei por Minneapolis e Saint Paul e quase não vi negros. É estranha a sensação de que posso ter passado pelos lugares que se transformaram agora em chamas e ruínas em Minneapolis, onde um policial branco matou o segurança George Floyd porque era um suspeito

A COVARDIA DOS EMPRESÁRIOS

Se o Brasil não tivesse se transformado num país de acovardados, que assistiu à ascensão do fascismo sem nenhuma reação política articulada, as agressões da família Bolsonaro contra o Supremo seriam encerradas nos próximos dias. Não passariam de maio. Mas isso só aconteceria se o Brasil tivesse entidades liberais fortes, conservadoras mas vigorosas, e não

TODOS ESTÃO BLEFANDO

Resume-se numa frase a situação de Bolsonaro hoje: assim como está não pode ficar. Por isso ele disse hoje que chega. Mas o que pode resultar das suas falas para que o cenário e os humores sejam outros? Ele não sabe nada de nada. Nada. Bolsonaro só sabe que não quer que fique como está,

GOLPISTA QUE NUNCA VESTIU UMA FARDA

Eduardo Bolsonaro é o mais fraco e o mais simplório dos três, o mais desorientado. É colegial, mas com jeito de repetente. Além disso, não pode ficar ameaçando com golpes porque não saberia onde pegar o jipe. Até porque o general Hamilton Mourão disse hoje que ele nem serviu ao Exército. É o filho sem

A APARIÇÃO DO GENERAL HELENO

O general Augusto Heleno raramente aparece no cercado do Palácio da Alvorada. Raramente dá entrevistas, raramente fala de forma direta na ameaça de golpe. E hoje apareceu para falar, lá no cercado de Bolsonaro, sobre golpe. Heleno surgiu de repente, para dizer que não há possibilidade de intervenção militar. Logo depois, Bolsonaro renovaria ali mesmo

O HOMEM QUE FAZIA CÁLCULOS

Por que Pedro de Almeida, jornalista, editor de livros, professor, conferencista, protetor dos animais e curador do Prêmio Jabuti, usou números errados, fez cálculos errados e tirou conclusões erradas sobre a pandemia? Só para desqualificar o isolamento social? Talvez tenha acontecido com ele o que o bolsonarismo, a pandemia e outros efeitos colaterais estão fazendo

A GAVETA PODE SER EXPLOSIVA PARA AUGUSTO ARAS

O procurador-geral da República pode se transformar no personagem mais atormentado do Brasil. Todos os seus gestos serão acompanhados até por gente que nunca soube qual é a real atribuição do chefe do Ministério Público. Aras é a autoridade com poder para contribuir para que sejam levados adiante ou para que se engavetem os procedimentos