O PARAGUAI PODE SER O BRASIL AMANHÃ?

O presidente paraguaio, que pode cair a qualquer momento, é cria da velha direita latino-americana, mas não é o Bolsonaro deles. Não há ninguém com o mesmo padrão de crueldade, idiotia e chinelagem de um Bolsonaro na América Latina. Não há mais ninguém com conexões tão profundas e comprometedoras com a militarização de um governo

NEM O MERCADO DOS AMIGOS DE GUEDES METE MEDO EM BOLSONARO

Bolsonaro não poderia interferir na Polícia Federal, para determinar trocas de comando e assim proteger os filhos. É o que diziam. Porque daria confusão até com os militares. Mas Bolsonaro interferiu, trocou chefias da PF e não aconteceu nada. Bolsonaro não poderia tirar Luiz Henrique Mandetta do combate à pandemia, porque o surto ficaria fora

A HORA DA VERDADE PARA A SEGUNDA TURMA

Uma tese de Sergio Moro pode ser usada contra ele no julgamento da Segunda Turma do Supremo, que decide na tarde desta terça-feira se Lula pode continuar tendo acesso às conversas da Vaza Jato. A tese é esta: o interesse público está acima de outras questões quando da divulgação de informações relevantes em poder da

EM 1987, O JORNAL DO BRASIL INVENTOU O FURACÃO COLLOR. AGORA, O GLOBO INVENTA O COMETA PACHECO

Vera Magalhães foi contratada pelo Globo e, duas semanas depois de assumir uma coluna no jornal, deu seu primeiro furo. Vera está anunciando que o novo presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, vem aí como candidato a presidente em 2022 passando por cima de todo mundo. É um cometa, diz a jornalista. Em uma semana, o

FASCISTAS E CIENTISTAS POLÍTICOS NÃO CONSEGUEM MATAR A DEMOCRACIA

Se escrevesse um livro prevendo a hegemonia do liberalismo no mundo, Francis Fukuyama não venderia 10 exemplares, e só para liberais. Mas se escrevesse um livro anunciando que, com a ascensão das ideias liberais, a História teria chegado ao fim, venderia milhões. Foi o que Fukuyama fez, a partir de divagações em todas as áreas.

FOI-SE O SÉTIMO GENERAL

Caiu o sétimo general mandado embora sem despedidas e sem honras por Bolsonaro. Otávio Rêgo Barros, sempre citado como um moderado, nunca conseguiu ser o porta-voz do governo, porque os garotos não deixaram, Para que porta-voz, se há um gabinete comandado pelos filhos do homem, dentro do Planalto, para produzir notícias falsas muito melhores do