A ARGENTINA PERDEU O MEDO DE ENQUADRAR SEUS GENERAIS

A democracia brasileira aprenderia muito com os argentinos, se prestasse atenção no que eles continuam fazendo para manter golpistas civis e militares sob controle. Eles não têm na Constituição nenhum artigo 142 que permita leituras enviesadas sobre golpismo. Não existe nada parecido com esse debate fajuto que consome os brasileiros sobre o presumido poder moderador

JUIZ MANDA PRENDER 22 ARAPONGAS DE MACRI

Alan Ruiz (foto), que foi o poderoso diretor de Operações Especiais da Agência Federal de Inteligencia (AFI), a ABIN da Argentina, é um dos oito presos agora pela manhã por envolvimento com o esquema de espionagem montado pelo governo de Mauricio Macri para seguir Cristina Kirchner e líderes da oposição, além de jornalistas e sindicalistas.

A SANATA DO FASCISMO ARGENTINO

A extrema direita argentina tem o La Nacion e outros jornais conservadores para fazer lá o que o bolsonarismo faz aqui: combater o isolamento. A manchete do La Nacion durante toda a manhã foi esta: Os perigos que perseguem Alberto Fernández na quarentena sem fim. O La Nacion aliou-se aos que conspiram contra o isolamento

LULA É O DOUTOR

É azarado o novo ministro da Educação. O homem inventou de dizer que tem um diploma de doutorado que na verdade não tem em uma universidade em que o grande doutor é Lula. Carlos Alberto Decotelli da Silva apresentou-se a Bolsonaro como doutor pela Universidade Nacional de Rosário, na Argentina. O reitor da universidade, Franco

INVESTIGAÇÃO DE ESPIONAGEM CHEGA AO ‘SOMBRA’ DE MACRI

Esse aí na foto teve a casa pedalada hoje pela Polícia Federal argentina. É Darío Nieto, um dos suspeitos de comandar as operações da rede de arapongas no governo de Maurício Macri. A polícia fez busca e apreensão atrás de provas. O rapaz foi assessor particular de Macri nos quatro anos de governo. Ele teria

A PERSEGUIÇÃO A CRISTINA

O serviço de inteligência que Bolsonaro queria pra ele era o que funcionava na Argentina. A Polícia Federal, a Agência Federal de Inteligencia (AFI) e arapongas de vários órgãos da área de segurança foram mobilizados para espionar principalmente Cristina Kirchner, durante o governo de Mauricio Macri. Os espiões de Macri acompanhavam a vida de Cristina

A MÁFIA DE MACRI

O Ministério Público vai investigar na Argentina delitos que podem estar acontecendo no Brasil. Escutas ilegais comandadas por um poder paralelo dentro do serviço de inteligência do governo no tempo de Maurício Macri. Arapongas a serviço de Macri espionavam telefonemas, e-mails e mensagens trocadas por adversários políticos, por ex-amigos, jornalistas e até mesmo juízes. E

CAIU O ONYX DAS FILAS DA ARGENTINA

A autoridade que deveria organizar a programação de recebimento de aposentadorias e ajudas emergenciais da Argentina foi mandada embora. O primeiro degolado do novo governo caiu pela incompetência para lidar com as filas. Aqui, Onyx Lorenzoni – ministro da Cidadania, que cuida da liberação dos auxílios –, diz que há filas de desesperados nas agências

O CARNICEIRO LIBERTADO PELA PANDEMIA

Os argentinos enfrentam mais um dilema que os brasileiros nunca terão: a libertação de criminosos da ditadura, porque são na maioria idosos na faixa de risco da pandemia. No Brasil, não há quem libertar, porque assassinos e torturadores foram anistiados e sempre ficaram soltos. Brilhante Ustra, ídolo de Bolsonaro, morreu em liberdade em 2015. Muitos