O PODER FARDADO NA AMÉRICA DO SUL

Como a direita tenta se rearticular hoje na Argentina, para tentar enfraquecer o governo de Alberto Fernández, e o que acontece hoje nos demais países da América do Sul. Uma conversa na TV DCM com Marília Beznos, José Cássio e o jornalista e pesquisador brasileiro Rogério Tomaz Jr, que está residindo em Buenos Aires. Abaixo

AS CHINELAGENS DA ARAPONGAGEM

Cresce a pressão na Argentina, entre juristas e imprensa, para que Mauricio Macri conte o que sabe da estrutura de espionagem ilegal que manteve durante seu governo, com ordens emitidas de dentro da Casa Rosada. Mas vai contar o quê? Na Colômbia, o governo de outro direitista, Iván Duque, mantinha (e talvez ainda mantenha) um

O FASCISMO FARDADO TENTA AVANÇAR

Integrantes da polícia militar de Buenos Aires cercaram a quinta de Olivos, a residência oficial do presidente Alberto Fernández. O pretexto é o de pedir melhores salários e condições de trabalho. O ato já é considerado um levante militar. Um efeito imediato: a própria direita condenou o cerco, que teve até coquetel molotov lançado por

Patricia Bullrich

LÍDER ANTIQUARENTENA NA ARGENTINA FOI INFECTADA

Patricia Bullrich, uma das líderes da direita argentina, está com Covid-19. Foi ministra da Previdência de Mauricio Macri e preside o Pro, o Proposta Republicana, partido do ex-presidente. Mas a notícia não existiria com tanto alarde nas capas dos jornais argentinos se Patricia não fosse uma das líderes negacionistas do movimento contra a quarentena. Foi

O IMPOSTO DOS RICOS E O CACHORRO DE FERNÁNDEZ

Mais uma notícia da Argentina, onde a pandemia não imobilizou o governo de Alberto Fernández e Cristina Kirchner. Aqui, Bolsonaro tributa livros, e lá Alberto Fernández tenta tributar grandes patrimônios. Foi encaminhado à Câmara dos Deputados o projeto do governo que institui o imposto. Sugerido por deputados kirchneristas, será cobrado uma única vez como forma

DUHALDE CITA O BRASIL COMO EXEMPLO DE GOVERNO MILITAR

A Argentina sempre tem algum motivo para alvoroços. Agora, o ex-presidente peronista Eduardo Duhalde, sempre invejoso do sucesso dos Kirchner agora na torcida contra o governo de Alberto Fernández e Cristina, está prevendo que haverá golpe militar. Fernández não encerraria seu governo, e as eleições parlamentares do ano que vem não seriam realizadas. Duhalde, presidente

A CLOROQUINA ARGENTINA

A versão bolsonariana argentina é uma estrela da TV. A apresentadora Viviana Canosa, do Canal El Nueve, bebeu ao vivo, no bico da garrafa, o que seria dióxido de cloro. É a versão argentina do milagre da cloroquina, difundida pela direita como medicação preventiva contra a Covid-19. Pessoas intoxicadas pelo desinfetante são socorridas todos os

O JORNALISMO ALIADO DA PESTE

É vergonhoso o tom de comemoração dos jornais La Nacion e Clarín com o que consideram o sucesso da Marcha da Morte hoje em Buenos Aires. Os dois jornais apoiaram o bandeiraço contra a quarentena, mas usado pela oposição como “uma manifestação pelas liberdades” e também contra a proposta de reforma do Judiciário, apresentada por

A BRAVURA DE LUCILA

É uma lição de destemor, de dignidade e de jornalismo a reação da apresentadora da TV argentina C5N Lucila Trujillo diante da agressividade machista do promotor Santiago Terán, durante um debate ao vivo sobre violência contra a mulher. Vale a pena ver, como mais um exemplo da disseminação do fascismo e do ódio de autoridades

PEGARAM O CELULAR DE MACRI

Os argentinos conseguiram o que aqui ficou só na ameaça. A Justiça vai periciar o celular de Mauricio Macri, para saber se ele pressionava empresários da área de comunicação para que perseguissem Cristina Kirchner. Já foi noticiado que a um dos empresários, Cristóbal López, do Grupo Indalo, Macri teria dito que queria ver Cristina na