LIÇÕES DA BOLÍVIA PARA A ESQUERDA DEPRESSIVA

Uma certa esquerda depressiva brasileira não acreditava na possibilidade de vitória de Luis Arce na Bolívia. Alguns continuam não acreditando. O Movimento ao Socialismo venceu na Bolívia porque resistiu desde a deflagração do golpe de novembro do ano passado. E não deu ouvidos aos que, ao invés de irem à luta, também lá devem ter

NÃO PERDOEM DE NOVO OS TORTURADORES

A história dessa mulher, que já foi recontada em todo o mundo, aciona um questionamento histórico e sempre controverso: o esforço pela reconciliação política, depois de desfeito um golpe, como ocorreu agora na Bolívia, deve poupar autores de violências como essa? Maria Patricia Arce Guzman, a prefeita de Vinto, em Cochabamba, teria o direito de

A EXTREMA DIREITA SÓ PROSPERA NO BRASIL

A extrema direita com suporte massivo da classe média e uma estrutura ‘institucional’ de peso, com lastro religioso e militar, só existe no Brasil. Bolsonaro, seus garotos, suas milícias e seus generais são um fenômeno verde-amarelo, um caso único na América do Sul. O avanço do fascismo não chegou a produzir outras figuras do porte

BOLSONARO ERA BRABO E FICOU MANSO

O último blefe de Bolsonaro no ensaio do que viria a ser o golpe aconteceu em 17 de junho. Foi um dia depois da ação da Polícia Federal, que cumpriu 21 mandados de busca e apreensão contra os aliados dele e de amigos dos garotos no Gabinete do Ódio envolvidos em atos pró-ditadura. Bolsonaro avisou,

O APELO DE LUIS ARCE PARA EVITAR UM NOVO GOLPE NA BOLÍVIA

Só um desastre ou um novo golpe tiram de Luis Arce (foto) a chance de levar de volta ao poder a esquerda boliviana liderada por Evo Morales. E são boas as chances de Andrés Arauz fazer o mesmo no Equador, em nome de uma frente articulada por Rafael Correa. Ouvi as falas dos dois ontem

OS QUATRO ANOS DO GOLPE CONTRA AS MULHERES

Em qualquer parte do mundo onde houve ou há instabilidade política, nos últimos anos, a capacidade de reação do povo nas ruas sempre foi maior do que a dos brasileiros. Na Bielorussia, o governo de Aleksandr Lukachenko pode cair pela ação das mulheres. Há inquietação mundial, mesmo em meio à pandemia. Mas poucos se atrevem

DUHALDE CITA O BRASIL COMO EXEMPLO DE GOVERNO MILITAR

A Argentina sempre tem algum motivo para alvoroços. Agora, o ex-presidente peronista Eduardo Duhalde, sempre invejoso do sucesso dos Kirchner agora na torcida contra o governo de Alberto Fernández e Cristina, está prevendo que haverá golpe militar. Fernández não encerraria seu governo, e as eleições parlamentares do ano que vem não seriam realizadas. Duhalde, presidente

QUEM ERAM OS 11 DE BOLSONARO?

No dia 22 de maio, Bolsonaro bateu na mesa diante dos seus generais, gritou palavrões e anunciou que tomaria o Supremo. Na sua cabeça, ainda sem cloroquina, ele tinha certeza de que seria possível mandar o cabo e o soldado num jipe e, logo atrás, numa Kombi, os 11 substitutos para os ministros que seriam

BOLSONARO DESISTIU DE SER BOLSONARISTA

Esse Bolsonaro propositivo, que defende seu governo (“o maior programa de combate à corrupção foi executado por mim”), passeia de moto e se repete com a caixinha de cloroquina – esse Bolsonaro parece um impostor fazendo uma péssima imitação de Bolsonaro. Há mais de mês Bolsonaro não produz uma frase, uma só, que prove que

O ENCOLHIMENTO DE BOLSONARO, DOS GENERAIS E DA GLOBO

Está no ar o que o general Augusto Heleno chamou, ao se referir ao novo normal de Bolsonaro, de um esforço pela conciliação. Bolsonaro, os generais, a Globo, a Folha, os jornalistas amigos do poder, os que fingem ser do lado inimigo – está todo mundo em ponto morto. O tom da cobertura da Globo