CIRO GOMES ENVERGONHA A MILITÂNCIA

Ciro Gomes está constrangendo os que ainda estão ao seu lado. Tem muita gente segurando as pontas. Enxergam Ciro como uma alternativa para 2022, não só por seus vínculos com o PDT e com o trabalhismo. Mas passou a ser dureza para um brizolista defender Ciro Gomes. Tenho bons amigos que ainda apresentavam, até meses

BOLSONARO E OS MILITARES FICARAM SEM REPERTÓRIO

Os militares determinaram a Bolsonaro que ele falasse em voz alta que as Forças Armadas não cumpririam nenhuma orientação golpista. Mandaram parar com o blefe do golpe. Os militares sabem, mesmo que alguns quisessem, que não podem e não têm como segurar o tranco de um golpe. Golpe é trabalho pesado. Os generais devem ter

BOLSONARO JÁ NÃO TEM FORÇA NEM PARA TOSSIR

Essa é a apavorante e famosa foto das tossidas de Bolsonaro ao discursar na carroceria de uma caminhonete em Brasília. Foi no dia 19 de abril de 2020, diante do QG do Exército. Aquela foi considerada a manifestação que inaugura os blefes do golpe, só interrompidos este ano depois dos atos de 7 de setembro,

QUAL FOI O BOLSONARO QUE SOBROU?

Este Bolsonaro descontraído, debochado e agressivo desta foto continuará existindo depois do acovardamento e da nota em que bajula Alexandre de Moraes? Abaixo, perguntas elementares motivadas pelo pedido de trégua do indivíduo e das muitas dúvidas acionadas pelo que pode vir a ser o novo Bolsonaro: 1. Até quando Bolsonaro irá ficar apenas se explicando

BOLSONARO FOI HUMILHADO POR ALEXANDRE DE MORAES

Depois de ouvir o pedido de trégua de Bolsonaro, Alexandre de Moraes não precisa perder tempo pensando no que deve fazer. Não há encruzilhadas. Só há um rumo bem iluminado diante do ministro: seguir em frente. Moraes não precisa mais provar a ninguém que não teme Bolsonaro e a estrutura militar e miliciana que o

PAREM DE ATIRAR PEDRA NO SUPREMO

Parte relevante das esquerdas brasileiras gostaria de terceirizar os esforços para a reconquista de democracia. Livrar-se de Bolsonaro, segundo essa esquerda mais lerda, é coisa para as instituições. É dessa esquerda o ataque mais depreciativo ao pronunciamento de Luiz Fux ontem, em resposta a Bolsonaro, porque o ministro deveria ter sido mais contundente. Não são

AS FOTOS DO QUE SERIA O ANÚNCIO DO GOLPE TÊM GENERAIS E PASTORES

O pastor Silas Malafaia foi o mais famoso líder civil ao lado de Bolsonaro nos palanques ontem. Ao lado de Malafaia, na Paulista, o ex-senador e pastor Magno Malta. Do outro lado, o pastor e deputado Marco Feliciano. Misturados a eles, pastores que não são famosos. Ao lado de Feliciano, o ministro Tarcisio Freitas, da

BOLSONARO ANDA EM BUSCA DE UMA CRUZ

A turba esperava que Bolsonaro anunciasse, em Brasília e na Paulista, os próximos passos em direção ao poder absoluto. E o que o sujeito ofereceu ao seu povo foi de novo o medo de ser preso. Preocupam-se os democratas com o discurso com um tom um pouco acima do usual. Mas saem frustrados os que