NÃO EXISTE MAIS O BOLSONARO DA AMEAÇA DO ‘ACABOU, PORRA!’

A quarentena de Bolsonaro termina no dia 21, uma terça-feira, se forem cumpridas as duas semanas de isolamento desde o anúncio do teste positivo de 7 de julho. Até lá, ele pode continuar recolhido, que é o que lhe convém desde a prisão de Queiroz e do desmonte do golpe como blefe, e fazer apenas

GILMAR MENDES NÃO LARGA DO PÉ DELES

Mais dois recados de Gilmar Mendes aos militares, hoje à tarde no Twitter: A primeira postagem: “No aniversário do projeto que leva o nome de Rondon, grande brasileiro notabilizado pela defesa dos povos indígenas, registro meu absoluto respeito e admiração pelas Forças Armadas Brasileiras e a sua fidelidade aos princípios democráticos da Carta de 88”.

BOLSONARO ESTÁ NO MODO MANDRAKE

Há um esforço inútil da grande imprensa, mesmo a declaradamente antibolsonarista, para definir a atual situação de Bolsonaro como uma estratégia. O sujeito teria se aquietado porque tem método. Bolsonaro está na verdade no modo Mandrake. Não há método algum. Bolsonaro foi paralisado pela sequência de fatos, incluindo declarações e decisões, principalmente vindas do Supremo,

AUMENTAM AS APOSTAS NO FATOR MOURÃO

Os episódios recentes envolvendo os Bolsonaros acabam com tudo o que até anos atrás seriam os limites aceitáveis ou razoáveis de desatinos na política. Não há limites para as loucuras e os crimes de Bolsonaro e dos filhos dele. A realidade é adequada ao que acontece com os Bolsonaros, e as reações estão vários níveis

PEDIDO DE TRÉGUA DE BOLSONARO É OFENSA AO SUPREMO

A prisão de Queiroz e a fuga de Weintraub empurraram para os cantinhos dos jornais online da grande imprensa a notícia da visita de três ministros de Bolsonaro ao ministro Alexandre de Moraes. As corporações noticiaram com certa candura que os ministros foram a São Paulo, na sexta-feira, para conversar com Moraes em missão de

ESGOTOU-SE O REPERTÓRIO DE BLEFES DE BOLSONARO

Ele blefa pela manhã e tenta consertar o blefe à tarde. Bolsonaro gostou do alerta sobre a corda esticada, usado pelo general Luiz Eduardo Ramos, repetiu a figura e passou a brincar com metáforas sobre o golpe, sempre para blefar. É só o que faz. Anunciar o golpe é sua diversão. Brincar de ditadura, como

O MAIS COMPLICADO É MANTER O GOLPE

Amplia-se a suspeita de que as esquerdas acreditam muito mais na possibilidade de golpe do que a direita. Para a direita, o golpe pode ser apenas um blefe permanente, que manterá os inimigos assustados e os aliados sempre de prontidão. Bolsonaro e sua turma vão sobreviver politicamente, enquanto for possível, dos medos provocados pelo blefe.

10 PERGUNTAS SOBRE O GOLPE

1 – Quem anunciará nas redes sociais o golpe planejado por Bolsonaro, considerando-se que vivemos um tempo em que tudo precisa ser anunciado? Será pelo Twitter? 2 – O Congresso será fechado, e o governo passará a impor o golpe por decretos, medidas provisórias e atos institucionais? 3 – Haverá intervenção no Judiciário, para que