MANDETTA ESNOBOU BOLSONARO AO VIVO

Luiz Henrique Mandetta sobreviveu atirando. O ministro tratou Bolsonaro com desprezo na primeira entrevista logo depois da reunião em que decidiram que ele fica. Os militares decidiram. Falou durante mais de 10 minutos, ao vivo, sem interrupção, e não citou nenhuma vez Bolsonaro. Nenhuma. Só no final disse que o presidente pode, se optar por

O QUE ESTÃO TRAMANDO CONTRA BOLSONARO

Por que Sergio Moro não apareceu ontem entre os ministros que irão participar a partir de agora das entrevistas coletivas sobre as ações contra a pandemia? A Folha pode ter tentado dar a resposta hoje em reportagem de Renato Onofre, Talita Fernandes, Natália Cancian e Gustavo Uribe. Moro pode ter perdido a confiança de Bolsonaro.

COMO ESCAPAR DO PÂNTANO?

O temor que vem de Brasília é fardado e o mesmo que persegue civis há muito tempo. A Folha de S. Paulo traz mais uma reportagem sobre a preocupação dos militares com os próximos movimentos de Bolsonaro. A aposta de Bolsonaro como reação à perda geral de apoio estaria centrada na reação da base das

PEQUENAS PERGUNTAS

Duas perguntas que circulam pelos corredores, por debaixo das mesas e entre os coronavírus que infectaram o poder em Brasília: 1. Como Bolsonaro deu o drible nos militares para produzir o discurso criminoso de ontem só com palpites da turma do Carluxo? 2. Qual será a reação dos militares que vinham tentando conter Bolsonaro e

Eles cuidam de Sergio Moro

Passou batido um detalhe da reportagem de ontem da Folha sobre a ocupação do governo Bolsonaro pelos militares. São ao menos 2.500 membros das Forças Armadas ocupando cargos de chefia ou no assessoramento em ministérios e repartições. São 30 órgãos tomados pelos militares. Esse é o detalhe: o Ministério da Justiça tem 28 militares. Vinte