A ARGENTINA PERDEU O MEDO DE ENQUADRAR SEUS GENERAIS

A democracia brasileira aprenderia muito com os argentinos, se prestasse atenção no que eles continuam fazendo para manter golpistas civis e militares sob controle. Eles não têm na Constituição nenhum artigo 142 que permita leituras enviesadas sobre golpismo. Não existe nada parecido com esse debate fajuto que consome os brasileiros sobre o presumido poder moderador

OS GENERAIS, O CABO E A IMAGEM DAS FORÇAS ARMADAS

Há um consenso entre os democratas. Bolsonaro conseguiu envolver os militares numa empreitada em que tudo, e não só a perspectiva ameaçadora de um golpe, conspira contra a imagem das Forças Armadas. Como parecem estar à vontade, uma pergunta deve ser feita: quem, entre os generais aliados de Bolsonaro, estaria de fato preocupado em evitar

AS ARRISCADAS MISSÕES DO GENERAL BRAGA NETTO

O general Walter Souza Braga Netto é reconhecido até pelos coronavírus de Brasília como tutor do governo Bolsonaro. Mas é provável que não estivesse onde está se não carregasse no currículo um desafio imposto pelo Alto Comando do Exército em 2018. Em fevereiro daquele ano, o general, então chefe do Comando Militar do Leste, resistia

FRANCESES VÃO INVADIR A AMAZÔNIA

Surgiu uma explicação ‘racional’ para a obsessão de Bolsonaro com a defesa da invasão de terras indígenas por mineradoras. O Brasil precisa tomar conta da floresta antes da França. Os franceses estão prontos para se adonar da região. É o que alerta um relatório do Ministério da Defesa chamado “Cenários de Defesa 2040”, divulgado pela

BOLSONARO É UM MILITAR? EIS A RESPOSTA 

Jânio de Freitas, sempre ele, levanta hoje na Folha a questão que inquieta os quarteis: o que as Forças Armadas ganham com a tentativa de Bolsonaro de identificar seu governo com os militares? O trecho que resume a inquietação é demolidor: “Se preza tanto o Exército, por que Bolsonaro não agiu de modo a ser