OS SENTIMENTOS DE WEINTRAUB

Abraham Weintraub falando em liberdade de expressão é dose. Esta é a parte mais engraçada do depoimento que ele deu por escrito ontem à Polícia Federal, ao comentar o que escreve nas redes sociais: “Algumas manifestações expressam sentimentos, outras buscam informar e outras levantam questões para debate”. Ah, os sentimentos de Weintraub. Passaram o dia

VAMOS AGUARDAR A DELAÇÃO DE WEINTRAUB

Já tivemos muitas delações de ex-bolsonaristas, mas nenhuma será como a que pode estar vindo aí. Já desfrutamos das informações de delatores do porte de Alexandre Frota, Joice Hasselmann, Gustavo Bebianno, Sergio Moro e Paulo Marinho. Mas a delação mais emocionante, porque que terá carga dramática, será a de Abraham Weintraub. O bolsonarismo será dividido

Moro não diz nada

Anotações do depoimento de Sergio Moro na Câmara. Deputado Paulo Pimenta diante de Sergio Moro, ao acusá-lo de grampear criminosamente a presidente da República: “O senhor, que gosta tanto dos Estados Unidos, sabe que se tivesse feito isso lá o senhor já estaria preso há muito tempo”. ………………. Sergio Moro não está respondendo nada. Está

A Lava-Jato tem medo do quê?

O que os procuradores da República temem quando atacam o pedido de Lula pela total transparência na filmagem do depoimento do dia 10 em Curitiba? Lula defende que as câmeras captem quem está falando, e não só quem está depondo. Até agora, o método usado nos depoimentos ao juiz Moro (e ao Tribunal Superior Eleitoral)