O MUNDO BOLSONARISTA DOS GAMERS

Há uns seis anos li artigos anunciando que os games poderiam ser a literatura do século 21, porque teriam cada vez mais histórias inventivas e complexas. Daniel Galera, um dos grandes autores brasileiros desse século (de literatura, não de games), escreveu algo nessa linha na coluna que mantinha no Estadão. Pois leio agora a seguinte

UM MANIFESTO QUE NÃO MANIFESTA NADA

O manifesto dos jogadores da Seleção não tem as palavras pandemia, Covid-19 e coronavírus. É o manifesto mais covarde já publicado, porque não diz nada sobre suas motivações e não toma posição nenhuma. Um manifesto que só manifesta alienação e covardia. Deveriam ter ficado quietos. Eis a nota que eles escreveram, leram, releram e reescreveram

BOLSONARO FOI ABANDONADO. É A HORA DA TRÉGUA

Chegou o momento de tentar uma reaproximação com os que, por antipetismo, anticomunismo e antitudo, votaram em Bolsonaro e se arrependeram. É hora da trégua com aqueles que tentaram enxergar Bolsonaro no poder caminhando para o centro, mesmo que arrastando seu pesado histórico de atleta do submundo da política e seus vínculos com milicianos. Esse

AS VOZES DA DIREITA TOMARAM CONTA DO FUTEBOL

Há no Rio Grande do Sul duas figuras à disposição da força destruidora do reacionarismo no futebol. A mais nova é Tiago Nunes. Quem vai proteger o técnico do Grêmio da turba bolsonarista da crônica esportiva, que irá compará-lo sempre com Renato Portaluppi? Esta semana ouvi no rádio um dirigente do Grêmio falando do bolsonarista

ESTÁTUAS TAMBÉM CAEM

É surpreendente a demissão de Renato, porque parece que demitiram não o dono do time, mas o dono do clube. Dizem que nem Fabio Koff desafiava o poder de Renato, que sempre foi visto como uma estátua viva e muitas vezes incômoda e arrogante. O Grêmio poderá renovar corpo e alma. Renato havia arrastado a

O RIO GRANDE TOMADO PELO BOLSONARISMO

A Folha enviou duas jornalistas ao Rio Grande do Sul para uma reportagem destruidora da imagem do Estado, chocante mas verdadeira. O RS é apresentado como um dos Estados mais bolsonaristas, no texto de Bruna Narcizo e Paula Soprana, que a Folha publicou neste sábado à noite na sua versão online (e está em uma

AS CARREATAS DA MORTE

Os participantes de cortejos macabros que abalam cidades do Interior querem mais do que comércio aberto. Eles desejam mesmo a volta dos horrores da ditadura. As carreatas são a vitrine de ostentação de caminhonetes gigantes de empresários, fazendeiros e granjeiros bolsonaristas. O fascismo que se alastra e se torna mais exibicionista é o tema do

A DEMOCRACIA PRECISA RESGATAR O FALSO BOLSONARISTA

Todos os que votaram em Bolsonaro são extremistas irrecuperáveis? Claro que não. Se fosse assim, a democracia penderia sempre apenas para um lado. A maioria dos que votaram no sujeito fez uma opção pelo candidato que poderia derrotar Haddad. Mas o antipetista, antiLula e anticomunista não é necessariamente um bolsonarista. É o tema do meu

ELES BEBEM CERVEJA COM O VÍRUS, MAS VESTIDOS DE BRANCO

Há um detalhe visual nas festas dos negacionistas na areia da praia ou em áreas abertas e fechadas, em Capão da Canoa, Imbé, Curitiba, Santos ou Balneário Camboriú. O que se vê nas fotos é muita gente usando roupa branca. O negacionista é um sujeito que conserva a indumentária de ano novo. O branco da

O FIM DOS NOVOS PICARETAS

Nunca antes o Brasil elegeu tantos picaretas quanto em 2018. Antes de serem fascistas, racistas, homofóbicos e ultraconservadores, eles são pilantras. Lula certa vez contou 300 picaretas no Congresso. Hoje devem ser mais, todos eleitos em 2018 em nome de algum apelo moralizante. Os picaretas prometeram caçar bandidos, enquadrar corruptos e realizar exorcismos. Nada de