FAÇAM SUAS APOSTAS: QUEM DA EXTREMA DIREITA FICARÁ PELO CAMINHO?

Certezas e dúvidas levantadas pelas últimas pesquisas incomodam os fascistas eleitos na carona de Bolsonaro em 2018. Fascistas de toda parte chegaram com folga ao Congresso há quatro anos, mas muitos não irão retornar. Eles sabem que em 2020, nas eleições municipais, o fenômeno da avalanche bolsonarista não se repetiu e que 2022 pode marcar

SEGUNDO TURNO VAI DESAFIAR UM BOLSONARO ACOVARDADO

O Bolsonaro pós-cartinha a Alexandre de Moraes e pós-camarão ainda preserva o quê daquele Bolsonaro valentão do discurso de 21 de outubro de 2018? O que sobrou do Bolsonaro que deu vários avisos aos inimigos, transmitindo uma fala ao vivo pelo celular para seus eleitores que estavam na Avenida Paulista? Naquele domingo anterior ao da

A GUERRA QUE VEM AÍ

O novo ano vai testar, em meio a uma eleição, a capacidade de resistência das instituições diante do avanço do fascismo. Ministério Público e Judiciário serão capazes de punir generais e coronéis acusados de envolvimento em delitos graves com as quadrilhas da pandemia? É o tema do meu artigo quinzenal, na edição online do jornal

NÃO ATIREM NO GENERAL AZEVEDO E SILVA

É fácil ficar de longe dizendo que os civis não precisam da ajuda de militares legalistas como protetores e avalistas da democracia. É fácil, é cômodo, é bacana, porque passa uma valentia que o vasto mundo civil não tem. Se tivesse, Bolsonaro não estaria mais no poder. Por isso, são bem bobinhos os argumentos contra

FUX CHAMOU BOLSONARO DE MENTIROSO

Há pelo menos um detalhe interessante no discurso de Luiz Fux na volta do recesso do Supremo. O ministro condenou, sem se referir diretamente a Bolsonaro, quem vem fazendo “ataques de inverdades à honra dos cidadãos que se dedicam à causa pública”. Pessoas que se dedicam a cultivar e a propagar verdades são verdadeiras. Mas

O DUELO FINAL DE BOLSONARO COM ALEXANDRE DE MORAES

Alguns episódios nem tão recentes ajudam a entender como Alexandre de Moraes se transformou na figura com poder institucional que mais afronta e atemoriza Bolsonaro e o entorno que o protege, incluindo os militares. No dia 19 de junho de 2020, uma sexta-feira, os jornalões divulgaram com certa candura essa informação. Três ministros de Bolsonaro

A CONVERSINHA DO VOTO IMPRESSO

Tem muita gente boa dando corda para a ideia de Bolsonaro em defesa da adoção do voto impresso. Os argumentos são ingênuos, quase colegiais. O primeiro é este: se o voto impresso for adotado, tira-se de Bolsonaro o principal pretexto para um golpe, caso ele venha a ser derrotado, como será. Outro argumento defende que

A DUPLA DE BACANINHAS E O ANÚNCIO DA FGV

Na dupla Eduardo Leite com Luciano Huck, que alguns jornalistas já estão tentando vender para 2022, dizem que Huck seria o representante do Nordeste. Com pedido de desculpas aos nordestinos, essa é a piada. É uma dupla que só poderia sobreviver e seguir em frente numa campanha como ironia. Seria a dupla mais branca de

OS VENCEDORES E SUAS GRANDES DERROTAS

O uruguaio Tabaré Vázquez é figura respeitada da esquerda latino-americana e inspiração para os que vão adiante, apesar de sofrerem derrotas aparentemente incontornáveis. Tabaré tem sido notícia nos últimos dias porque luta pela vida, com o agravamento das complicações causadas por um câncer de pulmão. Pois Tabaré foi o primeiro presidente eleito pela Frente Ampla

O FIM DOS NOVOS PICARETAS

Nunca antes o Brasil elegeu tantos picaretas quanto em 2018. Antes de serem fascistas, racistas, homofóbicos e ultraconservadores, eles são pilantras. Lula certa vez contou 300 picaretas no Congresso. Hoje devem ser mais, todos eleitos em 2018 em nome de algum apelo moralizante. Os picaretas prometeram caçar bandidos, enquadrar corruptos e realizar exorcismos. Nada de