MENOS EDITORIAIS E MAIS JORNALISMO

A Folha condenou em editorial “a sofreguidão com que Moro se prontificou a participar do governo Bolsonaro”. E descobriu só agora que essa cumplicidade do ex-juiz com a extrema direita “abalou sua credibilidade e, por extensão, a da Lava-Jato”. O que isso significa, enquanto a conta dos mortos da pandemia passa dos cem mil? Nada.

A MESADINHA DE MICHELLE NÃO MUDA NADA

A descoberta dos cheques da mesadinha de Fabrício Queiroz para Michelle Bolsonaro tem o poder de indignar ainda mais os já indignados. E só. Não muda nada em relação aos que não querem desconforto algum com notícias ruins. A base de sustentação de Bolsonaro não se constrange e não se incomoda com nada. Nem com

MENDONÇA ESTÁ SENTADO NA BOMBA DA SEOPI

Há desfechos previsíveis para o caso dos arapongas que bisbilhotaram servidores considerados perigosos militantes antifascistas pela Secretaria de Operações Integradas (Seopi). A primeira previsão é esta. A tentativa do Supremo de enquadrar a Seopi, a partir da suspeita de atividades ilegais e antidemocráticas, como observou a ministra Cármen Lúcia, pode fracassar. O ministro André Mendonça,

QUEM ERAM OS 11 DE BOLSONARO?

No dia 22 de maio, Bolsonaro bateu na mesa diante dos seus generais, gritou palavrões e anunciou que tomaria o Supremo. Na sua cabeça, ainda sem cloroquina, ele tinha certeza de que seria possível mandar o cabo e o soldado num jipe e, logo atrás, numa Kombi, os 11 substitutos para os ministros que seriam

SÓ HÁ UMA SAÍDA PARA A GLOBO

Pode parecer, na briga com Bolsonaro, que os compromissos da Globo são com a democracia, a pluralidade e com as liberdades. Não são. Os compromissos da Globo são com os interesses da Globo, ameaçados como nunca pela ascensão de Bolsonaro. Por isso é estranha a notícia de que a família Marinho e a família Bolsonaro

BOLSONARO DESISTIU DE SER BOLSONARISTA

Esse Bolsonaro propositivo, que defende seu governo (“o maior programa de combate à corrupção foi executado por mim”), passeia de moto e se repete com a caixinha de cloroquina – esse Bolsonaro parece um impostor fazendo uma péssima imitação de Bolsonaro. Há mais de mês Bolsonaro não produz uma frase, uma só, que prove que

A CLOROQUINA E OS SONHOS

A médica Helen Brandão é a nova estrela do bolsonarismo na defesa da cloroquina. Bolsonaro cita seus textos em postagens nas redes sociais. A Folha mostra como a médica distorce informações sobre o remédio em artigos que publica e conta que ela parece ter visões. Helen é dona de uma clínica de estética em Goiânia

O LOBO-GUARÁ DA ESTRADA DO MAR

Daqui a alguns anos falaremos com certo assombro (mas só pra fazer cena) do sujeito chamado Bolsonaro que governou o Brasil e andava pelo país com uma caixa de cloroquina. Ninguém mais saberá dizer o que possa ser cloroquina. Mas muitos indagarão às próprias consciências: mas como foi possível conviver com um cara que saía

OS PROCURADORES ALIADOS DO KIT-BOLSONARO

Prefeitos da região da Serra conseguiram enfiar o Ministério Público como aliado do bolsonarismo no imbróglio da cloroquina. Os procuradores da República Alexandre Schneider, Higor Rezende Pessoa e Wesley Miranda Alves assinaram com prefeitos de 25 municípios da região de Bento Gonçalves um termo de ajustamento de conduta (TAC) pelo qual os municípios se comprometem

OS REMÉDIOS DO CURANDEIRO

Duas reportagens esclarecedoras sobre a manipulação dos medos e da desgraça do povo com o uso da cloroquina e outros medicamentos sem efeito comprovado contra a Covid-19. Flavio Ilha, no Extra Classe, e Felipe Franke e Naira Hofmeister, na Matinal Jornalismo, mostram como Bolsonaro montou a rede de distribuição dos remédios que os políticos “receitam”