A DERROTA DO FASCISMO

Aconteceu o que se previa na Segunda Turma do Supremo. Os ministros Kassio Nunes Marques e André Mendonça enfrentaram o constrangimento de uma derrota anunciada, ao defenderem posição pró-deputado estadual bolsonarista Fernando Francischini, do União Brasil do Paraná, condenado pelo TSE pelos ataques às urnas em 2018. Os dois ministros que Bolsonaro diz atuarem em

O CASO DO DEPUTADO QUE ATACOU AS URNAS

A Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal está julgando recurso que pode rever decisão do ministro Kassio Nunes Marques, que devolveu o mandato ao deputado estadual paranaense Fernando Francischini, da União Brasil. Ele tinha sido cassado em 2021 no Tribunal Superior Eleitoral por divulgar informações falsas sobre urnas eletrônicas no dia da eleição presidencial, há

FACÇÕES GAÚCHAS AVISAM: AQUI O PRESIDENTE DO SUPREMO NÃO ENTRA

Não são os milicianos seguidores de Daniel Silveira os articuladores de um constrangimento em tom de ameaça ao presidente do Supremo. São altos empresários gaúchos, gente que não fica brincando de cancelar a chef Paola Carosella na Internet. O cancelamento no Rio Grande do Sul é real, presencial, ameaçador e desafiador do Judiciário. Luiz Fux

INQUÉRITO DAS FAKE NEWS PRECISA PEGAR OS TERRORISTAS E OS DONOS DO DINHEIRO

Os políticos desistiram da CPI das Fake News, porque seria um estorvo de desfecho imprevisível em ano eleitoral, e jogaram o fardo no colo de Alexandre de Moraes. É um fardo pesado, imenso, disforme, mas terá de ser aberto e exposto em algum momento, ou o Supremo cometerá o erro do Senado na CPI do

A BALA ERA DE BORRACHA, DIZ A PM DE MINAS

Um policial militar gritou, deu ordens e apontou uma carabina para militantes do MST que faziam uma manifestação pró-Lula nesta quarta-feira em Juiz de Fora. É uma notícia que saiu nos cantinhos dos jornais. O que vai acontecer com o policial? Será retirado das ruas, acomodado numa cadeira estofada em serviço burocrático, investigado, julgado e

O SILÊNCIO CRIMINOSO DOS QUE SE ACOVARDARAM

As ameaças de Bolsonaro e dos militares ao TSE e às eleições são cada vez mais acintosas porque eles se sentem à vontade para avançar. E avançam sobre um Brasil de entidades acovardadas. As organizações empresariais são as mais covardes, mesmo que não sejam diretamente cúmplices do golpe. A grande imprensa é covarde. Também não

TRÉGUA COM FINANCIADORES DAS MILÍCIAS SERIA A CAPITULAÇÃO DO SUPREMO

Não basta torcer para que os plantadores de notinhas sobre a possível trégua entre o Supremo e Bolsonaro estejam errados. É preciso agir para que eles não estejam certos. Uma trégua numa hora dessas seria o sepultamento indigno de todos os avanços que o STF conseguiu no enfrentamento do fascismo. E pior ainda se o

DUDU E SEUS GRUPOS DE TIOZÕES DO ZAP

Uma pesquisa acadêmica tem algumas das evidências que a Polícia Federal tenta encontrar para o inquérito das fakes news, que corre no Supremo com relatoria do ministro Alexandre de Moraes. É um estudo do pesquisador Viktor Chagas, da Universidade Federal Fluminense, que revela indícios de que Eduardo Bolsonaro participou de um esquema camuflado de mensagens

NÃO DEIXEM O SUPREMO LUTANDO SOZINHO

No golpe de 64, o primeiro agredido foi o Congresso, com o AI-1 que iniciou a cassação de políticos e amordaçou Senado e Câmara. Mas o serviço estava incompleto. Em outubro de 1965, a ditadura investiu contra o Supremo e assumiu o controle do Judiciário. Este é o sonho de Bolsonaro. Leia no meu artigo

BOLSONARO DESAFIA O SUPREMO A ENFRENTAR OS PODEROSOS DA EXTREMA DIREITA

A condenação do deputado Daniel Silveira vinha inspirando a confiança de juristas, políticos, jornalistas e torcidas em geral. O Supremo teria oferecido uma lição de largo alcance a todos os que já tentaram ou tentarão ofender as instituições e a democracia. Bolsonaro acabou com o entusiasmo generalizado ao desafiar o STF e anistiar Silveira dos