Estão fugindo do trio elétrico de Bolsonaro na Paulista

É saudável, porque anima a quaresma da extrema direita, o debate sobre o trio elétrico de Bolsonaro. O trio provoca choques em quem chega perto, muitos dias antes da aglomeração do dia 25. Perguntam-se até em Mambucaba, antevendo danos pontuais ou sequelas graves, se é razoável que um sujeito na situação de Bolsonaro convoque um

Pensar em violência no 7 de Setembro é admitir que o fascismo ainda esperneia

No ano passado, a pessoa mais próxima de Bolsonaro no palanque do 7 de Setembro na Esplanada era, claro, Michelle. E depois de Michelle, o véio da Havan. Dois generais, o vice Hamilton Mourão e o que viria a ser o vice na chapa derrotada, Braga Netto, estavam no palanque da segunda aglomeração na Esplanada