É AGORA OU NUNCA

Vozes fortes da esquerda, e a do ex-governador e ex-ministro Tarso Genro é a mais potente delas, advertem que uma tentativa de se livrar de Bolsonaro agora poderia ser desastrosa. Se um gesto em direção ao impeachment não desse certo, por falta de lastro seguro no Congresso, Bolsonaro poderia sair fortalecido e se tornaria inatingível

E ELE SOBREVIVE

Os brasileiros não gostaram da saída de Luiz Henrique Mandetta, reprovada por 64% dos ouvidos pelo Datafolha. Isso quer dizer então que Bolsonaro ficou mal na parada? Não. A imagem de Bolsonaro melhorou, de 33% de ótimo e bom do levantamento feito de 1º a 3 de abril, para 36% agora. Os descontentes, que eram

O QUE ESPERAR DO COELHINHO DO DATAFOLHA

O Datafolha pode aparecer com mais uma pesquisa neste domingo de Páscoa. A Folha vem se esforçando para captar e esclarecer sentimentos, desde o início da pandemia, mas os resultados só contribuem para aumentar a confusão geral. As conclusões de uma amostragem são muitas vezes conflitantes com as de pesquisas anteriores. Por exemplo, mesmo que

PESQUISA DO DATAFOLHA É UMA ISCA DIANTE DE BOLSONARO

A pesquisa do Datafolha que dá sobrevida a Bolsonaro e ajuda a disseminar mais terror em meio à pandemia também mobiliza os otimistas. Para esses, o retrato é terrível, mas pode ser consertado. São os restauradores de retratos. O dado alarmante nem é o que revela a rejeição de 59% à ideia da renúncia de

DATAFOLHA EXPÕE A REALIDADE DE UM PAÍS DEPRIMIDO

Estamos, com números, diante da realidade que muitos gostariam de negar. O Datafolha tirou todas as máscaras do Brasil, ao mostrar que 52% desejam continuar sob a ‘liderança’ de Bolsonaro. Desde 28 de março, em três textos em sequência, este blog vinha defendendo que a Folha publicasse logo uma pesquisa sobre a percepção dos brasileiros

DATAFOLHA ESCONDE MANDETTA

O Datafolha finalmente reapareceu para confirmar o que já se previa. Cresceu a aprovação do Ministério da Saúde, que dá de 7 a 1 em Bolsonaro. Mas há um problema na pesquisa. Ao invés de avaliar a performance do ministro Luiz Henrique Mandetta, a Folha avaliou o ministério. É um acovardamento. Em pesquisas em que

O DATAFOLHA NÃO PODE TER MEDO DE BOLSONARO

O Datafolha está tentando escamotear a realidade. Os leitores da Folha não podem ser ofendidos por falsas pesquisas sobre a performance de Doria Júnior como antibolsonarista. Ninguém está interessado nessa bobagem que foi publicada hoje. É preciso pesquisar a percepção do brasileiro sobre os desatinos de Bolsonaro. E tem que ser logo, antes que o

O DATAFOLHA VOLTOU!!!

O Datafolha foi ressuscitado com ‘pesquisas’ ridículas, que tentam camuflar o principal personagem da crise, como se ele não existisse. Uma pesquisa (na verdade uma compilação de dados do Twitter) mostra que Doria Júnior passou a ser vaiado pela direita e apoiado com ironias pelas esquerdas. É o tipo da pesquisa acaciana, que diz o

DATAFOLHA ENTRA EM CONFINAMENTO

A Folha, que faz pesquisas até sobre a opinião das borboletas na chegada da primavera, acovardou-se no momento mais tenso do país com a crise política provocada pelos desvarios de Bolsonaro. Quando uma pesquisa seria decisiva para a percepção do que o brasileiro pensa das loucuras de Bolsonaro em meio a uma pandemia, o Datafolha

DATAFOLHA PODE SALVAR BOLSONARO

Tudo o que se disser sobre o poder relativo de Bolsonaro diante dos governadores, dos militares, de Rodrigo Maia, Davi Alcolumbre e de Dias Toffoli, considerando-se os últimos movimentos, será mero chute, enquanto não surgirem as primeiras informações, com números, sobre a percepção popular a respeito do único governante no mundo que continua a duvidar