O jornalismo desafiado por Braga Netto

Essa é uma das grandes pautas à disposição do jornalismo hoje: mostrar os graves conflitos internos entre os militares, durante a armação do golpe, quando Braga Netto chegou a chamar um colega de cagão, e as sequelas desses confrontos.

O jornalismo dos jornalões, que só tem informações produzidas pela Polícia Federal sobre o golpe de Bolsonaro e dos militares, poderia se recuperar de tudo o que não fez esse tempo todo.

Que os repórteres investigativos mostrem como militares assumidamente fascistas afrontaram generais que se recusavam a participar do golpe.

É a pauta posta diante do jornalismo brasileiro da grande imprensa, que tem quadros e recursos para mobilizar equipes de repórteres e mostrar como generais desqualificados acabaram desmoralizando as Forças Armadas.

Generais que foram tão cagões – eles, e não os colegas legalistas –, que acabaram se acovardando e deixando os manés sozinhos no 8 de janeiro.

______________________________________________________________________

SILÊNCIO
Os militares ofendidos por Braga Netto sabiam que eram desqualificados pelo general golpista entre os colegas.

Mas agora as ofensas são públicas. Os generais chamados de covardes e cagões ficarão quietos?

O Exército, que não emitiu nenhuma nota sobre o que aconteceu hoje, não irá defender seus soldados atacados por um golpista fracassado?

___________________________________________________________________________

BATALHÃO PSICOLÓGICO
Esse é o Brasil do Tim Maia. Só descobrimos que existe um Batalhão de Operações Psicológicas do Exército porque o comandante da unidade, coronel Guilherme Marques de Almeida, teve um troço e desmaiou ao ser cercado pela Polícia Federal.

____________________________________________________________________________

FOLIA
A partir de amanhã e até terça-feira a Polícia Federal e Alexandre de Moraes poderiam dar um tempo, para que os brasileiros possam se concentrar no Carnaval.

2 thoughts on “O jornalismo desafiado por Braga Netto

  1. Ah, ai não Moisés, eu odeio carnaval, por mim podem continuar com operações e mais operações. Além do mais, carnaval tem todos os anos, operações pra prender mafiosos e milicianos são raras.

  2. O pig nao dará muita relevancia
    Para o acontecido, pois nao era
    O pt e nem o lula os artistas
    Destes crimes contra o brasil.
    Nao teve caravana da midia.
    Nao teve privilégios com os
    Fura noticias. Nem o helicoptero
    Voou.
    Pegou todos tomando café da
    Manha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Website Protected by Spam Master


7 + 9 =