O GOLPE E OS PLANTONISTAS

Os plantonistas de todas as áreas (e eu imagino aqui os bravos plantonistas de emergências) já se deram conta de que a direita tenta desqualificá-los, desde o início da controvérsia do habeas corpus para Lula.
Ao insistirem que o desembargador Rogério Favreto era “apenas um plantonista”, a Globo, os jornais e as rádios querem dizer que ele pouco ou nada poderia fazer.
Um plantonista, um mero plantonista, na definição dos golpistas, é quem tem autoridade, prerrogativas e qualidades limitadas. O golpe tenta, mas não conseguirá, depreciar até quem faz plantão, no esforço para atingir o juiz que desafia a Lava-Jato.
Eu já fui socorrido por plantonistas de hospitais em duas circunstâncias que considero graves. E tenho certeza de que em pelo menos uma vez eles me salvaram.
Talvez os eventuais plantonistas do Judiciário, se andarem na contramão do golpe, ajudem também a salvar a Justiça.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Website Protected by Spam Master


7 + 6 =