O humor nos cura

Seu Mércio me manda um WhatsApp aplaudindo a decisão do juiz José Antonio Coitinho, de Porto Alegre, que negou liminar a um advogado que pretendia censurar a peça ‘O Evangelho Segundo Jesus, Rainha do Céu’.
Em nome da liberdade de expressão, defendida no despacho, seu Mércio pediu que prestem atenção no nome do juiz. Para um caso com forte componente sexual, um magistrado que se chama Coitinho.
Para enfrentar o fascismo, rir é preciso, disse seu Mércio. E viva o juiz.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Website Protected by Spam Master


5 + 1 =