POR R$ 6

Depois do Oscar, o assunto é a indecisão de Bolsonaro, se aumenta ou não o salário mínimo de R$ 1.039 para R$ 1.045, para pelo menos recompor o que foi perdido com a inflação do ano passado.
É a manchete dos jornais. O Brasil largou a controvérsia do Oscar para debater se Bolsonaro deve ou não conceder mais R$ 6 a quem ganha salário mínimo.
Especialistas debatem o ajuste fiscal, o teto do orçamento, o equilíbrio das contas da Previdência com a maior naturalidade, Tudo por causa de R$ 6.
O sujeito tira 1 milhão de mães do Bolsa Família, deixa 2 milhões de pessoas na fila de benefícios do INSS e acaba com o SUS, mas não sabe se abre mão de fantásticos R$ 6. E a imprensa toda destaca o seu dilema.
Vamos voltar para o debate do Oscar, para que a direita sofra mais. Vamos esculhambar com o veraneio do bolsonarismo. Oscar neles.