A COMPRA DESCARADA DE VOTOS

É a manchete da Folha neste momento: “Ministro diz que liberar verba por voto não é chantagem, é ação de governo”.
O ministro é Carlos Marun, da Secretaria de Governo, encarregado de aliciar apoiadores para o projeto de destruição da previdência social.
Foi isso o que ele disse: “O governo espera daqueles governadores que têm recursos a ser liberados (pela Caixa Econômica Federal) uma reciprocidade no que tange a questão da Previdência”.
Pronto, está escancarada, como nunca antes neste país, a compra de votos. Compraram votos para a reeleição de FH e compraram votos para derrubar Dilma e depois para anistiar o Quadrilhão no Congresso, mas nunca admitiram.
Agora, admitem publicamente, sem nenhum temor do povo, do Ministério Público e do Judiciário. O golpe é assumidamente criminoso e promíscuo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Website Protected by Spam Master


2 + 1 =