A imprensa ressuscitada

Bolsonaro deseja todos os dias o fim da Folha de S. Paulo. Pois a Folha vacilante e moribunda poderá ressuscitar graças a Bolsonaro.
Muitos outros jornais aliados do golpe pegarão carona e tentarão a ressurreição. Em nome de uma liberdade que só defendem dependendo das circunstâncias e dos interesses em jogo.
Outros jornais vão moderar, como sempre moderam diante do poder que se instala, porque liberdade de expressão tem limite (de acordo com a verba de propaganda do governo).
E tantos outros serão apenas assessores de imprensa do eleito. Tem jornalista fofo na fila para bajular Bolsonaro. Mas sempre fazendo uma bajulação crítica.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Website Protected by Spam Master


6 + 2 =