As gravatas

Ronaldo Nazário e Maradona encontraram-se na final da Copa das Confederações, em São Petersburgo.
Hoje, só o que eles têm em comum é a gravata. Nazário, um ex-pobre, considera-se há muito tempo parte da elite brasileira, não só a endinheirada, mas a mais reacionária. Tirou fotos com Aécio e integrou-se aos apoiadores do golpe.
Maradona, de esquerda, tirava fotos com Fidel, combate a elite direitista no poder na Argentina e apóia os movimentos populares na América Latina.
Mas mesmo assim, mesmo que Nazário seja nesta imagem o cara da elite, o nó da gravata de Maradona tem melhor acabamento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Website Protected by Spam Master


2 + 7 =