UMA CAIXA DE SAPATOS PODE SALVAR CHICO BUARQUE

Circula a informação, que ainda depende de confirmação, de que Chico Buarque finalmente achou o papel com a prova da autoria de Roda Viva. Estava na casa de Marieta Severo, de quem ele se separou há muito tempo.

O papel terá de ser encaminhado à juíza que pediu a prova. Tem até carimbo de um cartório de São Cristóvão com a expressão “o referido é verdade e dou fé”.

O documento amarelado, com um canto comido pelas traças, foi encontrado numa caixa de sapatos da marca Ramarim.

Marieta também achou na caixa a foto do casal voltando do exílio na Itália, em 1970, nas asas da Varig. Mulheres encontram o que os homens nunca vão achar.

Foi na Itália, na ditadura, que Chico fez os primeiros esboços de Cálice e Apesar de Você.

Marieta achou até um trevo de quatro folhas dentro do livro ‘Tortura nunca mais’.

Mas não foram achados na caixa indícios de prova da autoria dessas duas composições.

Os esboços devem ter ficado em Roma. Mas depois de tanto tempo, quem em Roma vai se lembrar de Chico Buarque? Quem ainda guarda caixas de sapatos em Roma?

(Sim, esse texto é o que chamavam de distopia. Como hoje em dia quase tudo tem de ser explicado, lamento pela maioria, mas aí está a explicação)

One thought on “UMA CAIXA DE SAPATOS PODE SALVAR CHICO BUARQUE

  1. O pior de TUdo é a distopia ter-se tornado realidade… vai amenizar um pouco, com o novo governo, mas não volta mais a um “normal”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Website Protected by Spam Master


1 + 4 =