O destino de Maduro

É apenas uma obviedade sobre o que acontecerá na Venezuela. Maduro, o cão acuado desde a morte de Chávez, em algum momento será golpeado, preso, condenado por um tribunal especial (democrático, claro) e ficará anos na cadeia, como ficam os presos preventivos da masmorra da Justiça de Curitiba (adorada, claro, pelos nossos liberais).
E aí? E aí a vida segue na América Latina, até que se encerre mais um ciclo de golpismos. Ainda bem que no Brasil as instituições estão funcionando sob a inspiração do jaburu-da-mala, de Sergio Moro, de Gilmar Mendes, de Bolsonaro, do deputado tatuado Wladimir Costa, de Aécio, do pato da Fiesp, do ganso gaúcho, do Supremo…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Website Protected by Spam Master


5 + 1 =