O fascista gaudério

O fascismo que chegou à arte com poder de censura é apenas mais uma face do gaúcho ultra-reacionário, que está sempre à espera da chance para se manifestar. E não só na política.
Em rádios e jornais, esse reacionarismo nunca foi tão poderoso. Além de se reafirmar como racista e homofóbico.
O reacionário engraçadinho, preso ao humor raso, tem vaga na maioria das rádios gaúchas. Alguns são estrelas e suas façanhas servem de modelo a toda rádio.
São profissionais exemplares para os códigos de ética das suas organizações e disseminadores do jeito de ser do gaúcho falastrão, prepotente e atrasado. Que fase vive o Rio Grande do Sul dos gestores e dos fascistas.

One thought on “O fascista gaudério

  1. É, é uma praga que sempre teve aqui no RS. Por tudo. Rádios, TVs, jornais… É incrível. A RBS de vez enquando dá umas cortadas na fascistada, não porque seja santa, mas porque talvez prejudique um pouco a imagem. Mas a fascistada logo encontra guarida em uma Bandeirantes da vida, ou Record. Fascista no RS nunca fica sem emprego.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Website Protected by Spam Master


3 + 4 =