O ministro de Lula e o jornal dos Mesquita

Essas três chamadas estão há vários dias na capa do Estadão. Em nenhum momento há referência ao ministro das Comunicações, infiltrado pela direita no governo, mas ao “ministro de Lula”.

“Ministro de Lula indicou R$ 2,56 mi em emenda para empresa da qual é ‘sócio oculto’, segundo a PF”

“Verba de ministro de Lula banca obras com suspeita de irregularidades, segundo a PF”

“Ministro de Lula distribui 31 retransmissoras de TV para empresário do seu núcleo político”

Estadão e Globo estão na mesma combinação. Juscelino Filho, denunciado há muito tempo, antes de entrar no governo, por uma série de falcatruas não tem nem o nome citado nas manchetes.

Mas todos os dias ele está nas manchetes como “ministro de Lula” para os jornalões. Esse é o jornalismo que tenta derrubar Lula como derrubou Dilma.

É como se todos os dias alguém publicasse na internet essa manchete, sem dizer o nome do Estadão:

Jornal dos Mesquita apoiou o golpe de 64 e depois se arrependeu.

Ou esta outra manchete:

Jornal dos Mesquita só não apoiou Bolsonaro porque foi esnobado pela família no poder

One thought on “O ministro de Lula e o jornal dos Mesquita

  1. Lula nao deveria torná-ĺo ministro ,pois sabia que ele nao
    Era trigo limpo, igual ao mucio,dando muniçao para o pig e
    A oposiçao facista deitar e rolar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Website Protected by Spam Master


7 + 3 =