Os Papas, de novo

Por que Jonathan Price, o Francisco, foi indicado para o Oscar de melhor ator, e Anthony Hopkins, o Bento XVI, concorrerá como ator coadjuvante, se os dois deveriam ser vistos com o mesmo protagonismo no filme Dois Papas?
Porque dirão que tecnicamente um filme não pode ter dois atores principais. Pois é.
Mas o que vai acontecer é que a Academia finalmente vai reconhecer o grande problema do filme. ‘Dois Papas’ deveria ter dois protagonistas (está no título), mas só mostra a história de um e se esforça o tempo todo para esconder o passado do outro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Website Protected by Spam Master


3 + 7 =