Uma figura fora de esquadro

Eduardo Leite é, na história da política gaúcha, uma das figuras públicas mais deslocadas do lugar e do cargo que pretendem ocupar.

Talvez seja a figura mais estranha de todas, a mais esquemática diante do tamanho do drama a ser enfrentado.

O Rio Grande do Sul nunca teve alguém parecido com Eduardo Leite. Sobra empáfia, falta empatia.

Mas é o que temos. O quase foragido negacionista foi presidente do país na pandemia.

Leite é o governador do Estado e Sebastião Mello é o prefeito de Porto Alegre, no momento da maior tragédia do Rio Grande do Sul.

______________________________________________________________________________________________

MÁFIAS
Não perguntem em quem votaram os donos de postos que estão cobrando até R$10 pelo litro da gasolina.

Também não perguntem quem são as figuras idolatradas por muitos dos que se queixam do cartel mafioso da gasolina.

_______________________________________________________________________________________________


QUEM É?
Quem, entre os prefeitos que desviaram recursos destinados à prevenção de desastres ambientais, sabe que esse cara, pintado na parede de um prédio de Porto Alegre, é José Lutzenberger, o maior ambientalista brasileiro?

______________________________________________________________________________________________

GANGUE DO PIX
Dá pra acreditar que tem gente das facções fascistas pedindo PIX para vítimas da tragédia?

Dessas facções de gente que beija filha na boca. Que põe a culpa pela pedofilia nas crianças.

Essa tragédia também vai enriquecer a bandidagem que diz ter Deus acima de tudo.

______________________________________________________________________________________________

E O SENADOR?
Whindersson Nunes já fez mais pelo Rio Grande do Sul do que um general senador ex-vice-presidente, da turma do quase foragido, do governador, do prefeito e dos vampiros do arcabouço fiscal.

3 thoughts on “Uma figura fora de esquadro

  1. Espero que os gaúchos não decepcionem novamente e promovam impeachment do governador, do prefeito de Porto Alegre e do Senador Hamilton Mourão o mais breve possível. Chega de descaso!

  2. Infelizmente este é um dos muitos momentos da vida em q aprendemos a diferenciar pessoas de boa índole de canalhas. Triste demais pra nossa existência, mas é uma das muitas encruzilhadas q enfrentamos.

  3. Eduardo Leite consegue ser pior do que João Dória e Tarcísio de Freitas juntos.

    Leite fez uma reforma da previdência estadual que come 24% do salário dos aposentados. Dória comia 20%, sendo que a ideia de descontar de aposentados foi dele mesmo, Dória, como diretriz para todos os governadores “liberais” e temerários golpistas.

    Porém, se não fosse ele, o Dória, o Ministério da Saúde só ia começar a vacinar contra a covid em 2023 (apesar de a Nísia ser péssima, o Lula a teria obrigado).

    Leite é tão imundo, que chegou a vir para São Paulo exigir do João Dória que deixasse de lado a ideia de trazer a coronavac para não bater de frente com o Bolsonaro! (Ver depoimento do Dória sobre isso.)

    Tarcísio revogou a reforma da previdência estadual do PSDB, que ele mesmo considerou nos debates para governador como um crime! Leite manteve os 24%.

    Um professor aposentado que ganhava R$ 2000 no Rio Grande do Sul toma uma facada do Sr. Eduardo Leite de R$ 480 de desconto, um verdadeiro absurdo!

    A maldade dessa moça é tanta que eu jurava que ela ia deixar o Sul para curtir a Madonna no Rio. Se é que não deu um pulinho lá de helicóptero.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Website Protected by Spam Master


5 + 2 =